Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/41569

TitleAntecipação e experiência emocional de parto
Other titlesEmotional anticipation and experience of childbirth
Author(s)Costa, Raquel A.
Pacheco, Alexandra P.
Figueiredo, Bárbara
KeywordsAntecipação do parto
Experiência de parto
Tipo de parto
Parto
Anticipation of childbirth
Childbirth experience
Childbirth
Issue date2012
PublisherSociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
JournalPsicologia, Saúde e Doenças
Abstract(s)Este estudo tem como objectivo geral analisar a forma como as mulheres por um lado antecipam e, por outro lado, experienciam emocionalmente o parto do seu primeiro filho. Foi também nosso interesse averiguar a relação entre a antecipação e a experiência real de parto. Para o efeito, 197 grávidas primíparas, com idades compreendidas entre 15 e 39 anos e utentes da Consulta Externa de Obstetrícia da Maternidade Júlio Dinis (Porto) participaram no estudo. Após consentimento informado as participantes preencheram um Questionário Socio-demográfico e o Questionário de Antecipação do Parto (QAP, Costa, Figueiredo, Pacheco, Marques, & Pais, 2005) no 2º trimestre de gravidez. Na primeira semana após o parto foram novamente contactadas as participantes na Unidade de Internamento na Maternidade de Júlio Dinis no sentido de responderem ao Questionário de Experiência e Satisfação com o Parto (QESP, Costa, Figueiredo, Pacheco, Marques, & Pais, 2005). Os resultados mostram que o planeamento do parto parece ser benéfico para algumas mulheres em termos do medo, dor e preocupação em relação ao bebé durante o parto. Deste modo, a implementação de medidas que promovam a informação, suporte emocional e envolvimento nas tomadas de decisão por parte dos serviços de saúde materno-infantis poderiam constituir uma mais-valia para o melhoramento das experiências dos pais.
This study aims to analyze women’s anticipation and emotional experience of labor and childbirth of the first child. Additionally, it was our intention to examine the association between anticipation of childbirth and the real experience of childbirth. One hundred and ninety seven primiparous women, aged between 15 and 39 years old participated in this study. After signing an informed consent, a social and demographical questionnaire was fulfilled as well as the Anticipation of Childbirth Questionnaire (QAP, Costa, Figueiredo, Pacheco, Marques, & Pais, 2005) in the 2nd trimester of pregnancy. In the first week after childbirth these women were contacted again in order to fulfill the Childbirth Experience and Satisfaction Questionnaire (QESP, Costa, Figueiredo, Pacheco, Marques, & Pais, 2005). The results show that birth planning is beneficial for women in terms of fear, pain and concerns regarding the newborn during childbirth. The implementation of measures to promote information, emotional support and involvement indecision making by the health services can be of high value to enhance parent’s experiences.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/41569
ISSN1645-0086
Publisher versionhttp://www.scielo.gpeari.mctes.pt/scielo.php?pid=S1645-00862012000100003&script=sci_arttext
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIPsi - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012 ANTECIPAÇÃO E EXPERIÊNCIA EMOCIONAL DE PARTO.pdf259,4 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID