Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/36761

TitleInfância, exclusão social e educação como utopia realizável
Author(s)Sarmento, Manuel Jacinto
KeywordsInfância
Exclusão social
Educação
Cidadania
Childhood
Social exclusion
Education
Citizenship
Issue date2002
PublisherCentro de Estudos Educação e Sociedade (CEDES)
JournalEducação & Sociedade
CitationSarmento, Manuel Jacinto (2002). Infância, Exclusão Social e Educação como Utopia Realizável. Educação & Sociedade, CEDES- Brasil, nº 78, Ano XXIII, Abril 265-283
Abstract(s)A infância, como construção social, tem sofrido, no decurso da 2ª modernidade, processos de reinstitucionalização que, em larga medida, põem em causa as representações e imagens das crianças, dominantes nos últimos 200 anos. A análise da (re)construção das identidades sociais e das subjectividades infantis constitui, desse modo, uma tarefa teórica da mais exigente actualidade. O que, entretanto, aqui se assinala é que este processo de reinstitucionalização da infância, apesar da construção de consensos globais sobre os direitos das crianças, tem vindo a aumentar os factores e as condições de exclusão das gerações mais jovens face aos direitos sociais e da cidadania. Neste artigo inventariam-se alguns dos principais indicadores de exclusão, considerando diversos espaços estruturais, e assinalam-se alguns dos pontos de ruptura por onde pode passar a construção de uma educação escolar centrada na afirmação activa dos direitos das crianças.
Along the second modernity, childhood, as a social construction, has undergone reinstatement processes that question the representations and images of children that have prevailed over last two hundred years. An analysis of the (re) construction of the social identities and childhood subjectivity thus constitute a theoretical task of the most contemporary exigence. Nevertheless, even though a global consensus about children’s rights has been constructed, the increase of factors and conditions that exclude the youngest generations from social rights and citizenship, induced by this reinstatement process of childhood, is here emphasized. This paper lists some of the main indicators of exclusion, considering different structural spaces, and pinpoints some turning points through which the construction of a school education centered on the active affirmation of the children’s rights could be attained.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/36761
DOI10.1590/S0101-73302002000200015
ISSN0101-7330
1678-4626
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Infância, Exclusão e Educação como Utopia Realizável.pdf405,98 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID