Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/3022

TitleAnorexia nervosa e construção de significado: validação divergente de uma narrativa protótipo
Author(s)Machado, Bárbara César
Gonçalves, Óscar F.
Machado, Paulo P. P.
Henriques, Margarida Rangel
Brandão, Isabel
Torres, António Roma
KeywordsNarrativas
Psicopatologia
Narrativas protótipo
Anorexia
Validação divergente
Narratives
Psychopathology
Prototype narrative
Divergent validity
Issue date2005
JournalComportamento Alimentar
Citation"Comportamento Alimentar". ISSN 1645-9172. 2:4 (2005) 1-12.
Abstract(s)O estudo que apresentamos vem na sequência de um outro em que foi construída a narrativa protótipo da anorexia nervosa e analisada a sua validade convergente (grau de verosimilhança). Desenvolvemos dois estudos empíricos cujos objectivos centrais são: a) analisar a validade divergente (grau de discriminação) da narrativa protótipo da anorexia, b) explorar aspectos da história dos sujeitos e dos seus significativos (familiares) que possam estar associados a uma diferença de intensidade na identificação com a narrativa da anorexia e c) proceder a um estudo exploratório do poder preditivo de algumas das variáveis descritivas das amostras. Estas foram constituídas por 70 sujeitos com anorexia nervosa e 64 significativos, respectivamente. Os resultados não confirmam a validação divergente da narrativa protótipo da anorexia, colocando em causa a hipótese da sua prototipia. Ao nível dos participantes com anorexia, foi encontrada uma tendência para uma identificação mais elevada com a narrativa da depressão. Os seus significativos mostraram tendência para uma identificação mais elevada dos seus familiares com a narrativa da agorafobia. Ambos os participantes discriminaram a narrativa protótipo da anorexia apenas em relação à narrativa da toxicodependência. O padrão de resultados observado nos dois estudos a respeito da narrativa da anorexia é o mesmo, sendo que em ambos aquela narrativa assume o segundo lugar em termos de ordem média de identificação. De entre os significativos, é com mães que os sujeitos com anorexia convergem na avaliação que fazem a respeito da identificação com a narrativa protótipo da anorexia.
The current paper emerges in continuity with another study in which the anorectic prototype narrative was constructed and its convergent validity (degree of similitude) was analyzed.We developed two empirical studies in which the principal goals were: a) to study the divergent validity (degree of discrimination) of the anorectic prototype narrative, b) to explore some aspects of the history of participants and their close confidents (relatives) that may be associated to the difference in which they identify themselves or their relatives with the anorectic prototype narrative, and c) to study the predictive power of some descriptive variables of the sample. Seventy subjects diagnosed with anorexia and 64 relatives participated in the study. The results did not confirm the divergent validation of the anorectic prototype narrative and, therefore, the prototype hypothesis. The anorectic participants displayed tendency to a higher identification with the depression prototype narrative. Their relatives showed a tendency to a higher identification with the agoraphobia prototype narrative. The anorectic prototype narrative was discriminated by both participant groups from the drug abuse prototype narrative. A similar pattern of results with respect to the anorectic prototype narrative was found in both studies with that narrative achieving the second place of identification. Within the group of relatives it is with their mothers that the anorectic subjects converge with respect to the identification with the anorectic prototype narrative.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/3022
ISSN1645-9172
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIPsi - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Anorexia Nervosa e Construção de Significado_Validação divergente de uma narrativa protótipo.pdfDocumento principal424,44 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID