Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/88055

TitleRapensando África na música de Chullage
Other titlesRethinking Africa in the rap music of Chullage
Author(s)Gravato, Davide
Cabecinhas, Rosa
Editor(s)Paisana, Joanne
Matos, Mário
KeywordsRap
Racismo
África
Discurso
Issue dateDec-2023
PublisherEdições Húmus
CitationGravato, D. & Cabecinhas, R. (2023) Rapensando África na música de Chullage. In M. Matos & J. Paisana, (1ª), Transcultural Mobilities and Memories (pp. 217-231). Edições Húmus.
Abstract(s)Chullage, projeto de Nuno Santos, é um nome incontornável do rap feito em Portugal. Autor de várias músicas consideradas clássicas do hip-hop nacional, editou três álbuns e possui incontáveis presenças em projetos e músicas de outros artistas como Sam The Kid, Regula, Kacetado, Less du Neuf, entre outros. Autor indissociável do chamado Rap Tuga, Chullage tem-se empenhado na denúncia da discriminação racial e na falta de valorização das culturas africanas. Os seus álbuns mostram-se como discursos de intervenção perante a discriminação sistémica e uma tentativa em desconstruir narrativas do colonialismo português. Assim, o artista utiliza o hip-hop como ferramenta para (re)significar África.
TypeBook part
URIhttps://hdl.handle.net/1822/88055
ISBN978‑989‑755‑831‑3
AccessOpen access
Appears in Collections:CEHUM - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gravato & Cabecinhas - Rapensando África na música de Chullage.pdfGravato & Cabecinhas - Rapensando África na música de Chullage640,45 kBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID