Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/87630

TitleLiteratura, (contra-)poder e direitos humanos em Angola
Author(s)Ribeiro, Ana
KeywordsLiteratura angolana
Direitos humanos
Poder
Issue date10-Nov-2023
PublisherEdições Húmus
CitationRamon, Micaela (org.). Um ser que em palavras se defina. Homenagem a Maria Paula Lago. Vila Nova de Famalicão: Húmus
Abstract(s)Antes ou depois da independência, não faltam na literatura angolana textos literários que confrontam o poder oficial. Atuando como contra-poder, não estão eles, contudo, isentos de poder(es), sem o que a sua existência, aliás, não se justificaria. Neste sentido, não podemos deixar de considerar a literatura uma linguagem de poderes. Ancorados na vivência quotidiana da população negra, da qual o sujeito da enunciação é o porta-voz, muitos destes textos, com objetivos claramente interventivos, chamam a atenção para o desrespeito pelos direitos humanos naquele território. Aliás, mesmo antes da consagração oficial dos direitos humanos, já em Angola se denunciava a desumanidade da discriminação racial e se reivindicava a igualdade entre negros e brancos. Autores como Agostinho Neto, Viriato da Cruz, Ondjaki, Manuel Rui ou José Eduardo Agualusa permitirão uma radiografia da sociedade angolana pré e pós-independência, de forma a identificar, nas situações representadas, os direitos humanos em falta. O confronto entre a representação literária e alguns documentos legais tornará mais evidente o conflito entre as diversas linguagens de poder que fazem parte do tecido social angolano.
TypeBook part
URIhttps://hdl.handle.net/1822/87630
ISBN978-989-755-252-6
AccessOpen access
Appears in Collections:CEHUM - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo Paula Lago.pdf3,88 MBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID