Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/47714

Title(Des)encontros culturais: figurações do ‘Outro’ em representações de Portugal, da Grã-Bretanha e dos EUA na poesia e no romance portugueses e anglo-americanos do século XIX
Other titlesFigurações do ‘Outro’ em representações de Portugal, da Grã-Bretanha e dos EUA na poesia e no romance portugueses e anglo-americanos do século XIX
Author(s)Guimarães, Paula Alexandra
Terenas, Gabriela Gândara
Mateus, Isabel Cristina de Brito Pinto
Mendes, Maria do Carmo Pinheiro e Silva Cardoso
Castel-Branco, Maria da Conceição
Bello, Maria do Rosário Lupi
McNeill, Patrícia
Silva, Reinaldo
KeywordsRepresentação Outro Literatura Século XIX
Poéticas interculturais
Portugal
Grã-Bretanha
E.U.A.
Issue date2012
Abstract(s)No contexto de uma perspectiva intercultural que congrega diversas áreas científicas, incluindo a história da literatura, a literatura comparada e a antropologia cultural, torna-se extremamente relevante inquirir sobre as noções psicológicas e os pressupostos culturais que subjazem a certas representações imaginárias ou literárias de Portugal, da Grã-Bretanha e dos EUA, assim como dos seus respectivos povos (Hall, 2003). Interessa não apenas explorar a forma como essas noções, pressupostos e representações evoluíram ao longo do século dezanove nas respectivas literaturas (aproximadamente de 1800 a 1900), mas também reflectir sobre os seus verdadeiros efeitos ou resultados no processo identitário destas nações e da própria Europa. Para servir esta finalidade, as questões ou conceitos operacionais de idealização artística e preconceito cultural, por parte dos respectivos escritores, os seus públicos e a crítica, serão cuidadosamente analisados e comparados no sentido de se detectarem os métodos, estratégias, motivos e pressupostos das suas frequentemente controversas descrições literárias. Este grupo de investigação pretende analisar as diferentes formas como o ‘Outro’, entendido quer como país estranho quer como povo estranho, é reciprocamente representado em certas obras poéticas e narrativas da literatura anglo-americana e portuguesa do século XIX. Esta escolha temporal explica-se por ser este um período de grandes mudanças relativamente à forma como se encara aquilo que é diferente ou estranho devido a uma nova e, por vezes, forçada mobilidade causada por recorrentes conflitos armados ou sociais e também pela grande expansão comercial e colonial que caracterizou a época de oitocentos. Um dos seus objectivos principais é analisar de forma rigorosamente documentada, e de uma perspectiva quer anglo-americana quer portuguesa, as representações literárias de Portugal, da Grã-Bretanha e dos EUA nesse confronto intercultural, feito de sinergias e fricções, resultante do contacto intelectual, político e económico entre estes povos no decorrer do século dezanove. Noções de ignorância ou de estranhamento cultural estarão envolvidas quer na análise da idealização poética do ‘Outro’, a respectiva nação e o seu povo, como remoto, idílico ou exótico, quer no estudo de estereótipos enraizados (Plous, 2003), incluindo preconceitos contra formas de religião, género, governação política e hábitos e costumes sociais, que subjazem a certos textos literários. Tanto as representações documentadas mais favoráveis como as francamente desfavoráveis serão estudadas, quer em textos de cariz mais sério quer em textos satíricos, escritos em inglês e/ou em português, assim como em poesia ou ficção.
TypeResearch report
DescriptionGrupo de Investigação INTCULTPOET sobre "Figurações Literárias do "Outro"; Página Web do Grupo de Investigação: http://ceh.ilch.uminho.pt/intcultpoet.php
URIhttp://hdl.handle.net/1822/47714
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CEHUM - Relatórios


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID