Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/46439

TitleCaminhos de São Bento: Santo Tirso-Vizela-Terras de Bouro
Author(s)Machado, Carla da Conceição Alves
Advisor(s)Bessa, Paula
KeywordsTurismo religioso
Turismo cultural
Peregrinação
Caminho
S. Bento
Religious tourism
Cultural tourism
Pilgrimage
Route
Saint Benedict
Issue date22-May-2017
Abstract(s)As peregrinações sempre foram motivo de deslocação dos mais diversos povos no mundo. Na Europa, realizaram-se grandes jornadas deste tipo, proporcionando um intercâmbio cultural sem precedentes. Um dos grandes construtores desta identidade europeia foi S. Bento, de par com a difusão da sua regra beneditina. A devoção a S. Bento continua presente, por exemplo, no Noroeste de Portugal, onde é venerado no mosteiro de S. Bento (Santo Tirso), em S. Bento das Peras (Vizela) e em S. Bento da Porta Aberta (Terras de Bouro), santuários nos quais se gera uma simbiose entre o profano e o sagrado. O ato de peregrinar além de ser um testemunho de devoção, é simultaneamente uma deslocação, o que permite o seu enquadramento no turismo religioso. É esta dinâmica que, articulada com um vasto património cultural, material e imaterial, pode contribuir para a preservação de uma identidade local e regional, convocando uma cooperação entre os diversos municípios. Os “Caminhos de S. Bento”, como propomos que se venham a assinalar e a designar, além de permitirem conhecer as vivências dos devotos, dão visibilidade e rentabilidade a estruturas da caráter variado existentes nos territórios concelhios que percorrem e aos quais se refere o estudo subjacente a este Relatório de Projeto, sendo estes os aspetos que pretendemos valorizar neste trabalho.
Pilgrimages were a cause for the wandering of people of the most various origins in the world. In Europe, pilgrimages promoted cultural exchanges of huge consequences. One of the great builders of the European identity was Saint Benedict along with the diffusion of the Benedictine rule. Devotion to Saint Benedict is still present, for instance, in the Northwest of Portugal. The devotion to this saint is still very much alive in the monastery of S. Bento (Santo Tirso), in S. Bento das Peras (Vizela), and in S. Bento da Porta Aberta (Terras de Bouro). In these sanctuaries takes place a symbiosis between the profane and the sacred. The practice of the pilgrimage is both an expression of devotion and a reason for people to move from the place where they live to a sanctuary; this movement of people can be related to religious tourism. The dynamism of these pilgrimages in articulation with a vast cultural - material and immaterial - patrimony, can contribute to the preservation of a local and regional identity fostered by the cooperation of various municipalities. The “Routes of Saint Benedict”, as I propose to signal them and to call them, allow us to know how pilgrims live their devotional experiences and add to the notoriety of the varied patrimony that exists in the various municipalities where the pilgrimages I have studied take place. These are the matters I want to value with this work.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Património e Turismo Cultural
URIhttps://hdl.handle.net/1822/46439
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
CECS - Dissertações de mestrado / Master dissertations
DH - Dissertações de Mestrado/Master Thesis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carla da Conceicao Alves Machado.pdfTese9,47 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID