Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/40447

TitleDa idiossincrasia da variante brasileira do português e do seu papel para o estatuto de importância crescente desta língua
Author(s)Barroso, Henrique
Issue date2000
CitationBarroso, Henrique (2000). «Da idiossincrasia da variante brasileira do português e do seu papel para o estatuto de importância crescente desta língua», in Gonçalves, Maria Filomena (ed.), Actas do Congresso Internacional “500 Anos da Língua Portuguesa no Brasil”. (em publicação).
Abstract(s)[Excerto] 0. Introdução 0.1. O português do Brasil, sendo um exemplo, é também e sobretudo um caso exemplar1 de uma língua transplantada: é que o Brasil, aquele país-continente, tem sido e – não há razões para pensar o contrário – continuará a ser um cadinho rácico [europeu (vários) + índio (vários) + africano (vários)], cultural (a mentalidade brasileira) e linguístico (a variante brasileira, bem tropical e afectiva, do português). Isto quer, pois, significar que a realidade brasileira (que se caracteriza, para além da unidade territorial, pela unidade linguístico-cultural e por um enorme sentido de tolerância) só pode ter resultado, resultar e continuar a resultar da interacção mútua, livre e sem preconceitos, isto é, da miscigenação lato sensu étnico-linguístico-cultural.2 Isto, por um lado. (...)
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/40447
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CEHUM - Artigos em livros de atas


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID