Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/33630

TitleAntologias poéticas para a infância: “velhos” e “novos” versos juntos
Other titlesPoetry anthologies for children: “old” and “new” verses together
Author(s)Silva, Sara Raquel Reis da
KeywordsPoesia para a infância
Antologias poéticas
Poetry for children
Poetry anthologies
Issue date2014
PublisherMestrado em Letras. Universidade Estadual do Piauí (UESPI)
JournalLetras em revista
Citation«Antologias poéticas para a infância: “velhos” e “novos” versos juntos» in Letras em Revista, Teresina, V. 05, n. 02, jul./-dez, 2014, pp. 81-92
Abstract(s)Com uma longa tradição, a poesia para a infância tem sido cultivada por alguns dos mais importantes poetas da história da literatura portuguesa. De assinalar, por exemplo, os casos de Quental (1842-1891) e As Fadas, Pessoa (1888-1935) e certos poemas, ou Andrade (1923-2005) e Aquela Nuvem e Outras. A selecção de sete antologias, todas editadas por relevantes escritores/distintos antologiadores (Sophia de Mello Breyner, José António Gomes e Alice Vieira, por exemplo), é o ponto de partida da nossa análise crítica. Procurando caracterizar o objecto editorial particular que é a antologia e algumas das suas singularidades no âmbito específico da poesia, analisaremos: Poemas de que as Crianças Gostam (1980) (coord. Catarina Ferreira), Verso Aqui Verso Acolá. Antologia para Jovens (1990) (coord. Natércia Rocha), Primeiro Livro de Poesia (1991) (coord. Sophia de Mello Breyner), Conto Estrelas em Ti (2000) (coord. José António Gomes), O Meu Primeiro Álbum de Poesia (2007) (coord. Alice Vieira), Verso a Verso. (2009) e Versos de Não Sei Quê. (2011) (ambas coordenadas por João Manuel Ribeiro). As selecções textuais e a sua organização, bem como as tendências temáticas e formais possibilitarão concluir acerca das principais linhas de força da poesia portuguesa contemporânea para a infância.
With a long tradition, poetry for children has been cultivated by some of the most important poets in the history of Portuguese literature. Pointed out, for example, the cases of Quental (1842-1891) and As Fadas, Pessoa (1888-1935) and certain poems, or Andrade (1923-2005) and Aquela Nuvem e Outras. A selection of seven anthologies, all edited by relevant writers (Sophia de Mello Breyner, José António Gomes and Alice Vieira, for example), is the starting point of our critical analysis. In order to characterize the particular editorial object that is the anthology and some of its singularities in the specific context of poetry, we will analyze: Poemas de que as Crianças Gostam (1980) (ed. Catarina Ferreira), Verso Aqui Verso Acolá. Antologia para Jovens (1990) (ed. Natércia Rocha), Primeiro Livro de Poesia (1991) (ed. Sophia de Mello Breyner), Conto Estrelas em Ti (2000) (ed. José António Gomes), O Meu Primeiro Álbum de Poesia (2007) (ed. Alice Vieira), Verso a Verso. (2009) e Versos de Não Sei Quê. (2011) (both edited by João Manuel Ribeiro). The textual selections and its organization, as well as formal and thematic trends allows us to conclude about the main trends of contemporary Portuguese poetry for children.
TypeArticle
URIhttps://hdl.handle.net/1822/33630
ISSN2318-1788
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANTOLOGIAS POÉTICAS-Letras em Revista.pdf433,02 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID