Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/33294

TitlePorque os segundos são melhores? [O design nas séries de videojogos]
Author(s)Zagalo, Nelson
Issue date2014
PublisherEurogamer
CitationNelson Zagalo. Porque os segundos são melhores? O design nas séries de videojogos, Eurogamer.PT, 04/04/2014, 1-1.
Abstract(s)"Assassin's Creed II" (2009), "Uncharted 2" (2009), "Mass Effect 2" (2010), "Borderlands 2" (2012) ou "Metro: Last Light" (2013) são apenas alguns dos múltiplos exemplos de jogos que surpreenderam pela positiva, indo além dos seus antecessores, tanto em termos qualitativos (avaliação da crítica) como quantitativos (números de vendas). Ou seja, no mundo dos videojogos, e ao contrário do cinema, a norma é os segundos jogos das séries serem melhores que os primeiros. Isto quer dizer, e ao contrário de muito discurso sobre os aspectos negativos das séries, que a insistência dos estúdios na criação de séries faz sentido. Mas porque é que no cinema, os segundos e terceiros filmes sabem a mais do mesmo, a repetição, e nos videojogos estes conseguem ir além, sendo até melhores?
TypeContribution to periodical
URIhttp://hdl.handle.net/1822/33294
Peer-Reviewedno
AccessOpen access
Appears in Collections:CECS - Publicações pedagógicas / Pedagogical publications

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
eurogamer.pt-Porque_os_segundos_so_melhores.pdf47,24 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID