Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/33293

TitleA narrativa não interessa. [Qual é mais importante, a estrutura ou a personagem?]
Author(s)Zagalo, Nelson
Issue date2014
PublisherEurogamer
CitationNelson Zagalo. A narrativa não interessa. Qual é mais importante, a estrutura ou a personagem?, Eurogamer.PT, 28/03/2014, 1-1.
Abstract(s)O responsável pelo desenho de narrativa do videojogo “League of Legends” (2009), Tom Abernathy, conjuntamente com Richard Rouse III, autor de “Game Design: Theory and Practice” (2001) deram uma conferência na GDC deste ano intitulada "Death to the Three-Act Structure!" [1]. No essencial o que defenderam foi que a estrutura da narrativa clássica, dos três actos (Estabelecimento; Complicação; e Resolução), a mais comum em Hollywood, não se adapta bem aos videojogos, e que estes a devem abandonar. Até aqui nada de novo, esta discussão sobre os jogos precisarem de estrutura narrativa, ou não, é tão antiga como o próprio meio, o que é novo é o fundamento utilizado para defender esta tese.
TypeContribution to periodical
URIhttp://hdl.handle.net/1822/33293
Peer-Reviewedno
AccessOpen access
Appears in Collections:CECS - Publicações pedagógicas / Pedagogical publications

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
eurogamer.pt-A_narrativa_no_interessa.pdf127,26 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID