Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/32307

TitleO professor e o desenvolvimento da capacidade de argumentação : equações do 2.º grau na Antiga Babilónia com alunos do 9.º ano
Author(s)Martinho, Maria Helena
Gil, Paulo Duarte Bastos
KeywordsArgumentação matemática
Papel do professor
Equações do 2.º grau
História da Matemática
Issue date2014
PublisherUniversidade de Lisboa
Abstract(s)O presente capítulo tem como principal objetivo mostrar como é possível, através de uma sequência de aulas cujas tarefas estão alicerçadas na História da Matemática, criar um contexto de argumentação. Assim, identificam-se os argumentos produzidos pelos alunos e os papéis do professor na construção desse contexto que os potencia. Ao longo do capítulo é apresentada uma sequência de ensino proposta a uma turma do 9.º ano para a introdução da fórmula resolvente das equações do 2.º grau. Através da experiência preparada e acompanhada pelo professor, foi possível identificar que os alunos recorreram a diferentes tipos de argumentos que evidenciam diferentes graus de formalidade e tipo de raciocínio. O professor desempenhou ao longo da experiência diferentes papéis – na construção da aula como comunidade, na garantia do discurso produzido na aula, em que se destaca o foco na argumentação, na seleção e uso das tarefas, e no próprio conhecimento — que o ajudaram a concretizar a experiência.
TypeBook part
URIhttp://hdl.handle.net/1822/32307
ISBN978-989-8753-06-9
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEd - Capítulos de Livros / Book chapters

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
P3M_Martinho_Gil.pdf1,17 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID