Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/24684

TitleA poética da república no Walt Whitman de "Democratic vistas"
Author(s)Costa, Jaime
KeywordsIndividualismo
Utopia
Religião
Issue date2011
PublisherUniversidade do Minho. Centro de Estudos Humanísticos (CEHUM)
Abstract(s)Walt Whitman passou à história da literatura como precursor de uma nova dicção poética que pretendia, acima de tudo, comunicar a grandeza da realidade e as possibilidades oferecidas pelo desenvolvimento de um sistema político democrático, inédito no mundo até então. Apesar de ser o poeta mais aclamado dos Estados Unidos ou, talvez devido a isso, Whitman é praticamente desconhecido como jornalista e prosador. "Visões Democráticas" ocupa, pois, um lugar singular na obra deste poeta emblemático. Trata-se de um texto que fora editado pelo próprio autor, impulsionado pela urgência e necessidade do momento, pois assim o exigia a defesa da democracia. "Visões Democráticas" é, em grande medida, um ensaio ainda desconhecido do público, um texto incómodo pelas muitas críticas que transparecem acerca do débil desenvolvimento duma democracia que parecia ter virado as costas ao povo que lhe dera justificação. Num momento histórico em que todos os olhares se dirigiam à América, "Visões Democráticas" oferece uma visão pessoal sobre o caminho a tomar para materializar o pleno desenvolvimento da democracia como elemento distintivo da personalidade dos Estados Unidos. É, por outro lado, um texto que, apesar da passagem do tempo, se apresenta com extrema atualidade. Neste conjunto de visões, Whitman exprime os seus medos, ansiedades e esperanças em relação ao correto desenvolvimento da democracia, E encontramos, mais uma vez, um poeta que anseia por criar o poema mais magnífico - os Estados Unidos. Acclaimed both as national poet of the United States and singer of the virtues of American and democracy, Walt Whitman is barely known as a prose writer. Almost forgotten, Democratic Vistas is a singular essay published by Whitman himself with the hard pressing urgency and necessity of the moment in mind: democracy was in peril. In Democratic Vistas, Whitman reinforces most of the ideas already expressed in Leaves of Grass in a more direct way and drawing a sharp criticism towards the yet scarce development of democracy in his time. Above all, Democracy is presented as halted and biding for its time while showing clear signs of having turned its back on the people that that had given it birth by means of a revolution. We encounter Whitman not just intent on creating the most magnificent poem ever –The United States, but also a poet intent on revitalizing the meaning and depth of a yet quite unexplored novel political system. If democracy or, its synonym, America, are to triumph it will be due to the role of a comprehensive education by literature and by the transformation of democracy into a new religion. Democratic Vistas, despite the passage of time, constitutes an up-to-date clarifying text in relation to democracy, its constitution and purpose and ways in which it should be nursed back to health so as to become an everlasting, albeit dynamic, system of government.
TypeBook part
URIhttp://hdl.handle.net/1822/24684
ISBN978-989-8139-98-6
DOI10.13140/RG.2.1.1877.8006
AccessOpen access
Appears in Collections:CEHUM - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Poetica e DV.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID