Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/17778

TitleNota Introdutória
Author(s)Pereira, M. Graça
Ferreira, João Monteiro
KeywordsStress
Traumático
Issue date2003
PublisherClimepsi Editores
Abstract(s)[Excerto] A convivência dos seres humanos com experiências traumáticas tem uma antiguidade que se perde nas brumas do tempo. Como escreveu Marques--Teixeira (2000), «a história do trauma é tão antiga quanto a da angústia face à morte e ao sofrimento». Desde que existem como tais (condição indispensável para a consciência da morte e a antecipação do perigo), os seres humanos têm mantido um contacto muito estreito com situações que consideramos extremas ou traumáticas. Se, nos tempos bárbaros, era frequente presenciar acontecimentos terríveis — guerras, maus tratos, abusos sexuais, etc. —, as sociedades mais modernas, desenvolvendo embora formas de convivência mais aceitáveis, apenas parcialmente conseguiram evitar tais situações dramáticas com o seu intenso impacte emocional sobre os seres humanos (van der Kolk e McFarlane, 1996). Bem vistas as coisas, não só não se conseguiu evitar a existência daquelas situações traumáticas, como foram acrescentadas outras novas, como os acidentes rodoviários e todos os que estão associados ao desenvolvimento tecnológico. De facto, os estudos epidemiológicos (Breslau et al., 1991; Breslau et al., 1999) demonstraram que, mesmo nos países onde não se produziram grandes catástrofes, as pessoas comuns sofreram ou presenciaram situações que podem ser consideradas para além do limite das experiências com que a vida confronta qualquer cidadão comum. [...]
TypeBook part
URIhttp://hdl.handle.net/1822/17778
ISBN972-796-087-1
AccessOpen access
Appears in Collections:CIPsi - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nota introdutória_livro trauma.PDFNota introdutória_stress traumatico350,84 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID