Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/10520

TitleBetões eco-eficientes com cinzas volantes e metacaulino
Author(s)Reis, Rui
Advisor(s)Camões, Aires
Issue date29-Dec-2009
Abstract(s)Na consciencialização crescente dos problemas ambientais, nomeadamente na eficiência energética e nos gases de efeito de estufa, a Indústria da construção e do cimento tem tido cada vez mais um lugar de destaque, sendo esta última responsável por cerca de 7% das emissões de CO2 para a atmosfera. Sabendo que a produção de cimento contribui com cerca de uma tonelada de CO2 por cada tonelada produzida, não deixa de ser paradoxal que o produto mais consumido pelo Homem, apenas ultrapassado pela água, não encontre um substituto credível, mais eficiente e mais ecológico. A reduzida vida dos edifícios actuais combinado com a dependência crescente pelo cimento agravam ainda mais os impactes negativos. Entre soluções tecnológicas, na eficiência energética da produção, produção intensiva ou na procura de combustíveis alternativos para a produção de cimento, uma solução mais simples poderá estar na racionalização dos recursos e na sua substituição por materiais alternativos. Já existe um tipo de betão (betão de elevado volume de cinzas volantes) com aplicações ainda muito restritas, mas com grandes vantagens ambientais. No entanto, as reduzidas resistências iniciais são uma das características impeditivas da sua utilização generalizada como também para uma maior sustentabilidade da construção. Neste pequeno contributo, apresentam-se o que poderão ser as vantagens da utilização de dois aditivos, cinzas volantes e metacaulino, que utilizados simultaneamente poderão revelar características surpreendentes mesmo neste tipo de betões. As sinergias resultantes destas misturas ternárias demonstram desempenhos muito promissores, possibilitando grandes incorporações na substituição do cimento, mantendo ou melhorando os desempenhos mecânicos e de durabilidade, obtendo-se um betão eco-eficiente.
In the growing awareness concerning environmental problems, particularly about energetic efficience and greenhouse gases, has led to an exponential growth of construction and ciment industries, being this last one responsible for 7% of the emissions of CO2 into the atmosphere. Knowing that ciment production contributes with about a tonne of CO2 for every single tonne of ciment produced, the paradoxe remains that the most consumed product by mankind, only surpassed by water, has failed to encounter a reliable substitute, more efficient as more eccological. The reduced life of the actual buildings combined with the growing dependence for the ciment aggravate furthermore the negative impact. Among the technological solutions regarding energetic efficience of production, intensive production or the search for alternative fuels for ciment production, a simpler solution might reside on the racionalization of the resource and its substitution for these alternative materials. There are already one kind of concrete (concrete of elevated volume of ash) with a narrow number of applications, but with great ambiental advantadges. However, the reduced inicial resistance are one of the unobtrusive characteristics of their general use as also for one bigger sustentability of construction. In this smaller contribution, presents what could be the advantages of use of two additives, ash and metakaolin, that used simultaneity could uncover surprising characteristics even in this kind of concrete. The synergies resulting of that ternary mixture demonstrate very promising performances, allowing big corporations in the replacement of ciment, maintaining or even improving the mechanical and durability performances, obtaining an eco-efficient concrete.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Engenharia Civil (área de especialização em Materiais, Reabilitação e Sustentabilidade da Construção)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/10520
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Final.pdf3,01 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID