Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/5321

TitleAnálise do comportamento de reforços exteriores de betão armado submetidos a elevadas temperaturas
Author(s)Vaz, Nelson
Aguiar, J. L. Barroso de
Camões, Aires
KeywordsReforço externo
Cola epoxídica
Issue date4-Dec-2003
PublisherAssociação Portuguesa de Construção Metálica e Mista (CMM)
CitationLamas, António [et al.], org. –“Congresso de construção metálica e mista, 4 Lisboa, 2003”. Coimbra : Associação Portuguesa de Construção Metálica e Mista, 2003. ISBN 97-298-3765-1. p. 561-569.
Abstract(s)O reforço e reabilitação de estruturas de betão armado recorrendo a chapas metálicas coladas, assume-se como umas das técnicas mais utilizadas. Para isso contribuem factores como a rapidez de execução e a pouca influência na arquitectura. A aplicação das chapas metálicas nos elementos da estrutura é normalmente feita através de colas de base epoxídica. A integridade do sistema pode ser afectada por várias situações, em que se destaca a exposição a ambientes agressivos, nomeadamente pela presença de temperaturas elevadas. Para se estudar a influência do aumento da temperatura neste tipo de reforço foram aplicadas chapas metálicas em provetes de argamassa. Após uma exposição térmica de 24 ""feçras a 20°C, 40°C e 60°C os provetes foram ensaiados à flexão à mesma temperatura. Os resultados demonstram que à temperatura ambiente, 20°C, os provetes reforçados apresentam maior resistência à flexão. Contudo com o aumento da temperatura, as roturas que a 20°C se verificaram pela argamassa, deram lugar, cada vez com maior incidência, à descolagem do reforço. A resistência térmica deste sistema de reforço externo não é muito elevada. Por esta razão a sua aplicação em locais onde se prevejam elevadas temperaturas carece de protecção.
TypeconferencePaper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/5321
Peer-Reviewedyes
AccessopenAccess
Appears in Collections:CEC-MAT - Comunicações a Conferências Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
const_met_mist.pdf3,38 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis