Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/37677

TitleDeslocamento ativo para a escola: percepções positivas e negativas de crianças de uma escola urbana de Vila Nova de Famalicão - Portugal
Other titlesActive commuting to school: positive and negative perceptions of children of an urban school of Vila Nova de Famalicão, Portugal
Author(s)Souza, Sérgio
Pereira, Beatriz Oliveira
Matos, Ana Paula Rodrigues
Costa, Lourival
Cunha, Joaquim Octávio
Silva, Ana
Silva, Inês Peixoto
KeywordsDeslocamento Ativo
Escola
Crianças
Caminhar
Bicicleta
Active transportation
School
Children
Walking
Biking
Issue dateSep-2015
PublisherUniversidade Estadual de Maringá (UEM)
Abstract(s)A temática do Deslocamento Ativo no trajeto casa-escola por crianças têm sido debatida como uma possibilidade de colaborar no cumprimento das recomendações internacionais de atividade física diária. Este estudo objetivou: a) identificar as formas de deslocamento das crianças no trajeto casa-escola de acordo com o ano escolar e, b) elencar as percepções positivas /negativas em relação à possibilidade de irem a pé ou de bicicleta. Participaram 148 alunos do 5º/ 6º ano com idades entre 10-16 anos de uma escola pública no concelho de Vila Nova de Famalicão/Portugal. As formas de deslocamento mais utilizadas foram o automóvel (68,1%), deslocamento pedonal (22,2%) e o autocarro (9,7%), não se verificando diferenças estatisticamente significativas em relação ao ano de escolaridade (p=0,529). Apesar da maioria (77,8%) das crianças se deslocarem à escola de forma passiva, 64,5% apresentaram percepção positiva em detrimento à percepção negativa na possibilidade de irem para a escola a pé ou de bicicleta.
Children’s active transportation on the path between home and school has been debated as an opportunity to cooperate in compliance with international recommendations for daily physical activity. The aims of this research were: a) identify children’s forms of displacement during the school commute according to the grade and, b) list the positive / negative perceptions about the possibility of going walking or biking. Participated in this study 148 students of the 5th /6th grade, aged 10-16 years from a public school in Vila Nova de Famalicão (Portugal). The most used displacement forms were the car (68.1%), pedestrian travel (22.2%) and the bus (9.7%). Regarding the grade, the differences aren´t statistically significant (p= 0,529).Although the majority (77.8%) of children do not use the active transport on the way to school, 64.5% had positive perception about the possibility of going to school on foot or by bike.
TypeconferencePaper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/37677
Publisher versionhttp://eventos.uem.br/index.php/def/cipe/paper/view/2301/1507
Peer-Reviewedyes
AccessopenAccess
Appears in Collections:CIEC - Textos em atas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DESLOC_ATIVO_VNFAMALICAO_SSOUZA_CIPEUEM2015.pdf529,79 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis