Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/9783

TítuloA abordagem CTS-A na promoção da educação alimentar : um estudo no 6º ano de escolaridade
Outro(s) título(s)A STS-E approach to nutrition education : a study in the 6th grade
Autor(es)Silva, Maria de Deus Lages Góios da Costa e
Orientador(es)Duarte, M. C.
Data16-Jun-2009
Resumo(s)É hoje consensual não só o papel determinante de uma alimentação saudável na qualidade de vida dos indivíduos como a importância de iniciar tão precocemente quanto possível hábitos alimentares saudáveis. A escola tem um papel privilegiado neste processo, dada a diversidade de experiências que pode propiciar, permitindo, simultaneamente, uma intervenção com continuidade. O problema que orientou este estudo foi o seguinte: “Uma abordagem pedagógica de cariz CTS-A, no ensino do tópico “Alimentação Humana”, pode ser mais eficaz na promoção de conhecimentos relativos à alimentação e na manifestação de consumos e atitudes alimentares saudáveis, por parte de alunos do 6º ano de escolaridade, do que abordagens “mais tradicionais” normalmente utilizadas no ensino do referido tópico?” A investigação realizada envolveu duas turmas do 6º. ano de escolaridade. Na turma experimental (n=18) foram utilizadas várias actividades sobre alimentação, procurando-se que os alunos compreendessem/estabelecessem as diversas inter-relações existentes entre a Ciência, a Tecnologia, a Sociedade e o Ambiente. Na turma de controlo (n=22), os alunos passaram pelo estudo dos mesmos conteúdos mas sem inclusão adicional dessas actividades, limitando-se às incluídas no manual escolar adoptado. Tendo em vista a resposta ao problema utilizou-se um questionário, antes e depois do ensino. A análise das respostas dos alunos permitiu chegar aos seguintes resultados gerais: (1) no que respeita à aquisição ou selecção de alimentos, os alunos da turma experimental centramse essencialmente em razões ligadas à saúde enquanto que os alunos da turma de controlo se centram em razões ligadas ao sabor dos alimentos; (2) a turma experimental parece mobilizar mais e melhor os conhecimentos sobre alimentação do que o faz a turma de controlo; (3) o padrão alimentar dos alunos da turma experimental parece ter tido uma maior evolução, no sentido de consumos alimentares mais saudáveis, do que o dos alunos da turma de controlo, da situação antes de ensino para a situação pós-ensino. Os resultados obtidos permitem considerar que a abordagem pedagógica seguida na turma experimental parece ter sido mais eficaz, na promoção de opiniões e consumos mais consonantes com uma alimentação saudável, do que a utilizada na turma de controlo.
There is consensus nowadays regarding the determining role of healthy nutrition habits in one’s life quality, as well as about the need to acquire those habits as soon as possible. School plays a crucial role in this process due to the diversity of experiences it can offer and the possibiliy to intervene in a continuous manner. The problem dealt with in this study was: “Can a pedagogical STS-E approach to ‘Human Nutrition’ with 6th grade students be more effective than ‘more traditional’ approaches in promoting the acquisition of knowledge and the manifestation of healthy nutrition attitudes and consumption?” The study involved two 6th grade classes. In the experimental group (n=18) activities about nutrition were promoted so that students could understand/ establish the various existing inter-relations between Science, Technology, Society and Environment. The control group (n=22) studied the same contents without those activities, following the activities from the adopted textbook. A pre-/post questionnaire was used to answer the problem-question. The analysis of the students’ answers to the pre-/post teaching questionnaire pointed out the following results: (1) as regards food selection, the experimental group focussed mainly on reasons related to health, whereas the control group focussed on reasons related to taste; (2) the experimental group seemed to make a better and more extensive use of knowledge about nutrition than the control group; (3) the nutrition pattern seems to have evolved more towards healthier food habits in the experimental group than in the control group. The results allow us to say that the approach used in the experimental group seems to have been more effective than one used in the control group in promoting opinions and consumption choices that are more in accordance with a healthy diet.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de mestrado em Educação (área de especialização em Supervisão Pedagógica em Ensino das Ciências)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/9783
AcessorestrictedAccess
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese.pdf6,63 MBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis