Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/9763

TitlePensar o conceito de relação na filosofia de Martin Buber : explorando a dimensão dialógica da existência humana
Author(s)Tchitokota, João Tchapinga
Advisor(s)Curado, J. M.
KeywordsMartin Buber
Antropologia
Ética
Filosofia Política
Liberdade
Responsabilidade
Disponibilidade
Abertura
Reciprocidade
Existência
Coexistência
Comunidade
Relação
Outro
Diálogo
Individualismo
Colectivismo
Filosofia Contemporânea
Pensamento judaico
Anthropology
Ethics
Political Philosophy
Freedom
Responsability
Availability
Openness
Reciprocity
Existence
Coexistence
Community
Respect
Dialogue
Individualism
Collectivism
Contempory Philosophy
Issue date30-Sep-2009
Abstract(s)Esta dissertação, sobre o Conceito de Relação na Filosofia de Martin Buber, tem como objectivo primordial uma abordagem sobre o sentido da existência humana como coexistência e como caminho de redescoberta do sentido do humano. Nesta dissertação concentramo-nos na problemática do conceito de relação defendido por Buber como o elemento fundamental na busca da identidade humana. Esta reflexão sobre o sentido da existência como coexistência é fundamental para a redescoberta do sentido do outro como alteridade que interpela, cujo encontro se concretiza no diálogo que implica disponibilidade, reciprocidade e responsabilidade. Buber parte das objectivações do ser humano, critica e dialoga com a tradição filosófica ocidental para apontar um novo sentido para a compreensão da existência humana. A relação eu-tu é a realidade fundante do existir e coexistir humano. O sentido da existência descobre-se no encontro com o outro como alteridade que interpela. O outro já não é um objecto, mas uma evocação de sentido através do qual o eu descobre a sua identidade, onde a reciprocidade se configura como o fundamento da responsabilidade no seu sentido ético. A nossa abordagem está orientada para o grande debate contemporâneo sobre a realidade do outro. Isto implica discursar sobre a alteridade, a liberdade, a autonomia, a responsabilidade e a reciprocidade. Esta abordagem pressupõe como condição a própria disponibilidade como abertura à realidade do outro e como evocação de sentido. Com isto o outro mantém a sua alteridade e não é objectivado. Palavras-chave: Martin Buber, antropologia, ética, filosofia política, liberdade, responsabilidade, disponibilidade, abertura, reciprocidade, existência, coexistência, comunidade, relação, outro, diálogo, individualismo, colectivismo, filosofia contemporânea, pensamento judaico.
This dissertation on the concept of the Relationship in Martin Buber Philosophy has as a primary aim the meaning of human existence and coexistence, and as a path of rediscovery of the human sense. This dissertation concentrates on the concept of the Relationship defended for Buber as the key in the search for human identity. This reflection on the meaning of existence as coexistence is the key to the rediscovery of the sense of otherness that concerns every human being. The encounter between to persons is made in the dialogue involving availability, reciprocity and responsibility. Human being objectivations is Buber’s starting point for his critiques and dialogue with Western philosophical tradition to point a new direction for the understanding of human existence. The I-Thou relationship is the main reality of the founding human existence and coexistence. The meaning of existence is found in the encounter with the other as an alterity that questions. The other is no longer an object, but an evocation of meaning by which I discover its identity, where the reciprocity configures itself as the foundation of ethical responsibility. Our approach is connected to the contemporary debate about the reality of the other and implies the discourse about otherness, freedom, autonomy, taking responsibility and reciprocity as conditions to the availability and openness to reality. The other is always maintaining reference that retains its own alterity and cannot be objectivised. Keywords: Martin Buber, anthropology, ethics, political philosophy, freedom, responsibility, availability, openness, reciprocity, existence, coexistence, community, respect, dialogue, individualism, collectivism, contemporary philosophy.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Ética e Filosofia Política
URIhttp://hdl.handle.net/1822/9763
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
CEHUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese.pdf1,8 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID