Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/85994

TitleOrganizações não-governamentais na lógica da profissionalização institucional
Author(s)Marques, Ana Paula
Melo, Marina
KeywordsProfissionalização
Terceiro Sector
Organizações Não-Governamentais
Profissionalization
Third Sector
Non-Governamental Organizations
Issue date2012
PublisherAssociação Portuguesa de Sociologia (APS)
Abstract(s)O presente trabalho é baseado no desenvolvimento da tese de doutoramento em sociologia (UMinho-Portugal / UFPE-Brasil) que visa analisar quais as consequências do atual fluxo de profissionalização institucional das ONGs para estas entidades. Para tanto, os objetivos específicos que circundam esta dimensão são: 1. Examinar como se constroem as divisões de trabalho, a especialização e a busca por profissionalização dentro de diferentes tipos de ONGs; 1.1 Verificar por quem e como são definidas as agendas das ONGs; 1.2 Examinar se diferentes tipos de ONGs tendem a compor diferentes tipos de profissionalização nas entidades. 2. Investigar as perspectivas que os agentes das ONGs e seus financiadores têm sobre o atual processo de profissionalização; 2.1. Analisar como são construídas as noções éticas sobre a captação de recursos para as ONGs entre os agentes atuantes nessas organizações e seus financiadores e como tais noções se manifestam no cotidiano das entidades; 3. Verificar quais os vínculos entre a sustentabilidade financeira e a profissionalização dessas organizações; 3.1. Investigar o tipo de relação que as ONGs mantêm com os financiadores do Estado, do Mercado e do Terceiro Sector (agências internacionais etc) e; 3.2. Analisar se as relações com os demais sectores e o modo de obter sustentabilidade financeira provocam perda de autonomia nas ONGs e o que isto significa para as instituições; o que significa, em termos práticos, uma ONG considerar-se ou ser considerada autônoma. Nesta investigação, percebemos que o mesmo problema sociológico se dava no Brasil e em Portugal, ainda que de maneiras e escalas distintas, o que nos fez propor um estudo conjunto, com subsídios comparativos complementares. Com recurso aos resultados preliminares da investigação em andamento, em particular a partir das observações de estudos de casos nos dois países, pudemos perceber elementos que tendiam a se tornar ocultos quando nos centramos exclusivamente em realidades locais, como o caso de um recorte espacial que considerasse apenas Brasil ou Portugal. Assim, pretendemos contribuir para a visibilização de processos que sustentam proximidades e/ ou especificidades que se registam quando se confrontam realidades sócio-históricas e espaciais distintas.
This work is based on the development of the PHD thesis in sociology (UMinho-Portugal / UFPE-Brazil) which aims to analyze the consequences of institutional professionalization of NGOs for these entities. For this purpose, the specific goals we have for this dimension are: 1. Examine the division of labor, specialization and the pursuit for professionalization in different types of NGOs; 1.1 Check for whom and how the NGOs schechules are defined 1.2 Examine how different types of NGOs tend to make different types of professionalization. 2. Investigate the prospects that the agents of NGOs have about the current process of professionalization; 2.1. Analyze how the ethics conceptions are built in their working, and how such notions are manifested day by day inside the entities 3. Check the relations between financial sustainability and professionalism of these organizations; 3.1. Investigate the type of relationship the NGOs have with the funders from the State, Market and Third Sector (international agencies, etc.), and 3.2. Analyze the relationships with these other sectors, how to get financial sustainability and think about autonomy in NGOs and what it means for the institutions. In this investigation we realize that almost same sociological problem happens in Brazil and Portugal, but in different ways and scales, which led us to propose a kind of comparative research (with comparatives elements). At least and with some preliminary results, in particular from observations of case studies in both countries, we could see elements that tend to become hidden when we focus exclusively on local realities.
TypeConference paper
URIhttps://hdl.handle.net/1822/85994
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CICS-UMINHO - Atas/Proceedings


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID