Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/81565

TitleA relação entre a liderança tóxica e o teletrabalho: um estudo quantitativo exploratório
Other titlesLideranças tóxicas e o teletrabalho
Toxic leadership and teleworking
Author(s)Carvalho, Camila Raquel Oliveira
Advisor(s)Fernandes, Maria Emília Pereira
KeywordsExploratório
Quantitativa
Liderança
Teletrabalho
Tóxica
Exploratory
Quantitative
Leadership
Teleworh
Toxic
Issue date26-Jul-2022
Abstract(s)Subordinada à liderança tóxica e ao teletrabalho, esta investigação pretende em avaliar como definem os trabalhadores em regime de teletrabalho a toxicidade das suas chefias e como esta toxicidade surge na liderança associada ao regime de teletrabalho. Considerando a escassez de estudos nesta área, o presente trabalho de investigação, através de um estudo exploratório de natureza quantitativa, propôs dar a conhecer as perceções dos questionados face à sua liderança e face ao regime de teletrabalho através de um questionário disponível online, para qualquer individuo que teletrabalha/teletrabalhava e lidava com uma chefia direta. Ainda foram testadas relações entre os construtos anteriormente citados e também entre liderança tóxica e os dados sociodemográficos dos inquiridos. Os resultados obtidos indicam que apesar de não serem notadas evidências de uma forte existência de uma liderança tóxica no estudo, esta está presente no dia-a-dia dos trabalhadores. Foi possível detetar a existência de resultados estatisticamente significativos entre liderança tóxica e a variável idade. Para além disso, foram identificadas relações entre liderança tóxica e o regime de teletrabalho, entre elas, um colaborador que não considera o seu líder um bom modelo de gestão tende a reportar a sua liderança como tóxica. Depois de discutidos os resultados, são apresentadas as contribuições teóricas e praticas para as organizações. Assim sendo, esta investigação, para além de permitir compreensão da liderança tóxica no contexto de teletrabalho, mostrou-se relevante para dar conta da importância de criar condições físicas e estruturais para que o teletrabalhador tenha as mesmas condições de quando o trabalho é realizado presencialmente. Comprovou-se ainda a necessidade de desenvolver programas de formação e coaching onde deverá ser incutida uma cultura que valoriza as práticas de uma boa liderança e de uma comunicação mais assertiva e apropriada para lidar com os liderados remotamente.
Concerning toxic leadrshing and telework, this research intends to evaluate how remote workers ascertain their leaders toxicity and how this toxicity arises associated with telework. Considering how sparse the studies about this theme are, this research paper, seeks to understand the perception of the questionee, regarding their leadership and telework, through an exploratory, quantitative research, making use of an online questionnaire, available to any remote worker and had/has a direct supervisor. There were also correlated the aforementioned constructs with toxic leaderships and sociodemographic data of the respondents. Although there is no evidence of a strong existence between toxic leadership in the results, it is possible to denote it’s presence in workers daily life.It was also possible to analyse the existence of statistically significant results between toxic leadership and the age variable. In addition, there were identified relations between toxic leaderships and teleworking and considered that employees who does not perceive his leader as a good management model tends to report their leadership as toxic. After the results are introduced, we present theoretical and practical contributions. Therefore, this research allows to better understand toxic leadership in telework regime. It was proven to be relevant the importance to create better physical and strucutural conditions so the remote workers foresees similar work conditions as if in office. It was testified the need to develop coaching and training where it should be convey the practices of a good leadership and assertive communications to help remote workers succeed.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Gestão e Negócios
URIhttps://hdl.handle.net/1822/81565
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Camila Raquel Oliveira Carvalho.pdf1,01 MBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID