Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/7757

TitleA botânica nos manuais escolares dos ensinos primário e básico (1.º Ciclo) no século XX em Portugal
Author(s)Guimarães, Fernando
Advisor(s)Lima, Nelson
Magalhães, Justino
Issue date17-Mar-2008
Abstract(s)O presente estudo assume como objectivo principal analisar qual a importância que tem sido conferida, em Portugal, à área de Botânica nos manuais escolares de Ciências da Natureza dos Ensinos Primário e Básico (1.º Ciclo) no último século. Na tentativa de perceber de que forma ocorreu uma evolução na abordagem de conteúdos de Botânica, apreciamos livros didácticos baseados em onze princípios: Forma; Reinos; Classificação; Órgãos; Raiz; Caule; Folha; Flor; Fruto; Reprodução; e Dimensões. Esta apreciação, apoiada numa abordagem metodológica assente na análise de conteúdo, pelo estabelecimento de categorias a posteriori , e na análise de clusters, pela elaboração de dendogramas, contribui para confrontar as fontes primárias – manuais escolares – quanto aos conteúdos que incluem, as orientações curriculares, pedagógicas e didácticas que traduzem, as recomendações de políticas educativas, curriculares e didácticas, assim como os valores educativos e científicos que sugerem. Os manuais escolares têm para a escola uma importância fundamental na conformação das formas e dos conteúdos do conhecimento pedagógico, integrando aspectos relativos à sequência e ao ritmo da sua transmissão através, por exemplo, das actividades que propõem e dos modos de avaliar as aquisições realizadas, desempenhando, assim, importantes funções pedagógicas e didácticas. Nesta perspectiva, eles podem permitir aceder ao conhecimento da ideologia pedagógica subjacente, do modo como é entendido o processo de ensino e aprendizagem que tem lugar na sala de aula e do papel que nele é reservado aos alunos e aos professores. Os resultados mostram que a par das alterações de designações do ensino das Ciências da Natureza, os conteúdos nelas incluídos também se modificam e adquirem relevâncias distintas. Assim, surgem a descomplexificação, a dicotomização, a desconceitualização e a conservação dos conteúdos de Botânica distribuídos por diferentes dimensões do ensino da Botânica, nomeadamente a dimensão nocional, a dimensão morfológica, a dimensão funcional e, por último, a dimensão ecológica.
This research has as main aim to understand the place that Botany has been given in textbooks of Natural Sciences in Primary School Education and in the First Cycle of Basic Education in the last century in Portugal. In an attempt of interpreting the shifts in Botany content approach, we have studied didactical books for the referred cycle of Basic Education according to eleven principles: Form; Kingdoms; Classification; Organs; Roots, Stem; Leaf; Flower; Fruit; Reproduction; and Dimensions. This study, based on a qualitative methodological approach, is supported by content analysis and the establishment of a posteriori categories as well as cluster analysis, by dendograms construction was intended to promote the confrontation of first hand sources –textbooks – in what contents, pedagogical and didactical orientations, educational and curricular policies recommendations are concerned as well as educational and scientific values suggested. Textbooks are of great importance to school and teaching especially in the conformation of forms and contents of pedagogical knowledge, including aspects related to the sequence and rhythm of the transmission of knowledge through, for instance, activities by which it is promoted and evaluation forms of knowledge acquired, by this way developing important pedagogical functions. Therefore, textbooks can allow the access to the knowledge of pedagogical ideology it is based, the way the teaching and learning process that happens in the classroom is understood and the role is developed by pupils and teachers. Data analysis shows that changes in naming the teaching of Natural Sciences have occurred; and in contents approached that have assumed different relevance through times. Therefore, we may find the de-complexification, the dichotomisation, the de-conceptualisation, and the conservation of several contents of Botany distributed by different dimension of Botany namely the notional dimension, the morphological dimension, the functional dimension and the ecological dimension.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Estudos da Criança - Área de Conhecimento em Estudo do Meio Físico
URIhttp://hdl.handle.net/1822/7757
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
DCILM - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese.pdf
  Restricted access
35,74 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID