Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/70440

TitleO que está acontecendo? Tweets sobre as alterações climáticas
Author(s)Balbé, Alice
KeywordsTwitter
Redes Sociais
Comunicação
Alterações Climáticas
Social Network
Communication
Climate change
Issue date7-Jun-2018
PublisherUniversidade Nova de Lisboa. Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CICS.NOVA)
CitationBalbé, A. (2018) 0 que este acontecendo? Tweets sobre as alterações climáticas. In: Fialho. J., Baltazar, M.S., J. Saragoça & Santos, M.O. Redes Sociais: perspetivas e desafios emergentes nas sociedades contemporeneas. Livro de Atas do 2. Congresso Internacional de Redes Sociais ICIReS. pp. 568-590. ISBN: 978-989-99782-7-0 Lisboa. CICS.NOVA-Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais.
Abstract(s)Diariamente, milhões de pessoas acedem às redes sociais para visualizarem e publicarem conteúdos, sejam eles textos, imagens ou vídeos, o que envolve também o consumo e disseminação de notícias e opiniões. Estes novos espaços comunicacionais já fazem parte do cotidiano de grande parte das sociedades contemporâneas, principalmente dos jovens, e como um suporte de informação variada são relevantes para a investigação em diversas áreas, como a comunicação sobre as alterações climáticas que é o foco deste artigo. As características mensagens curtas e a instantaneidade provocada pela pergunta de abertura “o que está acontecendo?”, fizeram com que a rede social Twitter chegasse a ser apontada como canal de organização de mobilizações como Occuppy Wall Street e a Primavera Árabe. O uso de termos supervalorizados como a “revolução do Twitter” atraíram a atenção da academia para estudos sobre interação e participação online. O Twitter já foi classificado como um termômetro da percepção pública (Brown & Wake, 2015) e no caso da comunicação sobre as alterações climáticas, foi caracterizado como uma rede distribuída de sensores (Kirilenko et al., 2015). Devido a possibilidade de pesquisa e da agregação de publicações por termos-chave (e hashtags) cria-se um ambiente segmentado por tema, permitindo identificar os conteúdos mais valorizados dentro da rede social. Desta forma, este trabalho analisa os termos-chave mais utilizados para se referir às alterações climáticas em português e espanhol, no período de seis meses, incluindo o período de realização da 21ª Conferência das Partes (COP21) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas. Buscou-se compreender quais os conteúdos mais relevantes nesta rede social, o impacto da realização da COP21 e a influência da mídia, como também tentar perceber os usos da rede social no contexto da comunicação sobre as alterações climáticas. Entre os resultados, a mídia é referência importante dentro da rede social e conteúdos sobre consequências negativas tiveram destaque. Houve variação nas temáticas dos conteúdos comparativamente entre os dois períodos da análise.
Daily, millions of people access social networks to view and to publish content in text, photo or video format, which also includes consuming and disseminating news and opinions. In fact, these new communication spaces are already part of everyday life in most contemporary societies, especially among young people. As a support for diverse information, they consist in a relevant research subject in several areas, for instance, communication on climate change, which is the focus of this research work.The short messages and instantaneousness characteristics combined with the opening question “what is happening?”, have led the social network Twitter to be designated as a channel of mobilization organization such as Occupy Wall Street and the Arab Spring. Related to overvalued terms like “Twitter revolution's” it has attracted the academy attention towards investigating the online interaction and participation. The Twitter has already been classified as thermometer of public perceptions (Brown & Wake, 2015) and in the case of climate change communication, Twitter users were considered a distributed network of sensors (Kirilenko et al., 2015). Due to the possibility of searching and aggregating publications by keywords (and hashtags), a segmented environment is created by subjects, allowing to identify the most valuable contents within the social network. In this way, this paper analyses keywords used to refer climate change in Portuguese and Spanish over a period of six months, including the 21st Conference of the Parties (COP21) of the United Nations Framework Convention on Climate Change. It aims to understand the most relevant contents in this social network, the impact of COP21 and the media influence. In addition, it addresses the uses of such social network in the context of communication on climate change. among the results, the analysis found the media is an important reference within the social network and contents about negative consequences have been highlighted. There was variation in content themes comparatively between the two periods of analysis.
TypeConference paper
URIhttps://hdl.handle.net/1822/70440
ISBN978-989-99782-7-0
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - CIÊNCIAVITAE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigoLivro_2_Atas_Cires.pdf1,13 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID