Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/69285

TitleDesigualdades na participação das crianças em atividades quotidianas durante o período de confinamento/desconfinamento COVID-19
Other titlesInequalities in the participation of children in daily activities during the COVID-19 lockdown and post-lockdown
Author(s)Oliveira, Vítor Hugo Pereira
Martins, Paula Cristina
Carvalho, Graça Simões de
KeywordsAdaptação
COVID-19
Crise
Intervenção
Promoção da saúde
Issue date2020
PublisherUniversidade do Minho. Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC)
CitationOliveira, V.H., Martins, P.C. & Carvalho, G.S. (2020) Desigualdades na participação das crianças em atividades quotidianas durante o período de confinamento Covid-19. In: Anastácio, Z., Carvalho, G.S. & Battisti, I. (Orgs.) 7.º Congresso Internacional em Saúde: Contextos e Problemáticas Emergentes – Programa e Livro de Resumos. Braga: Centro de Investigação em Estudos da Criança, Universidade do Minho. p.104.
Abstract(s)O processo de confinamento e desconfinamento devido à pandemia de COVID-19 resultou numa disrupção das rotinas quotidianas das famílias com impacto na vida e bem-estar das crianças. Este impacto poderá ter afetado principalmente as crianças em situação de maior vulnerabilidade social, contribuindo para maiores desigualdades sociais. Este estudo tem como objetivo analisar os fatores que durante este período se constituíram como facilitadores ou limitadores da participação quotidiana das crianças em atividades que têm impacto no seu bem-estar e que são importantes para uma adaptação saudável num contexto de crise sanitária e social. Baseado em dados transversais de uma amostra de crianças do 3.º e 4.º ano de escolaridade (n = 110) das zonas Norte e Centro de Portugal, foram examinadas diferenças na intensidade da participação semanal em atividades estruturadas (estudo em casa, atividade física, refeições em família, atividades com adulto, ajudar em casa, sono) e menos estruturadas (brincar, brincar ativo, ver televisão, gaming/Internet, socializar online, lazer criativo), em função de fatores como o género, estrutura familiar e estatuto socioeconómico. As diferenças são discutidas no âmbito de uma perspetiva sócio-ecológica e desenvolvimental da participação quotidiana das crianças, particularmente os aspetos que poderão configurar-se como o foco de intervenções que visem promover o bem-estar infantil em futuras crises.
TypeAbstract
URIhttps://hdl.handle.net/1822/69285
ISBN978-972-8952-66-2
Publisher versionhttps://congressos.leading.pt/Ficheiros/2020/7%20CIS/7%20cis.pdf
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Comunicações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
7ºCIS_Desigualdades-Covid-19_Excerptebook.pdf117,17 kBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID