Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/61253

TitleInteligência emocional e criatividade
Other titlesEmotional intelligence and creativity
Author(s)Gomes, Sara Cristina Neto
Advisor(s)Veloso, Ana
KeywordsAssociação
Criatividade
Escala de criatividade
Escala de inteligência emocional
Inteligência emocional
Association
Creativity
Emotional intelligence
Scale of creativity
Scale of emotional intelligence
Issue date2019
Abstract(s)O atual mercado que obriga as organizações a atuarem economia global, caracterizada pela intensa competição e pela interdependência e colaboração económica. Para sobreviver e obter vantagem competitiva, precisam de aproveitar ao máximo o potencial criativo dos seus colaboradores, uma vez que as ideias criativas podem ser usadas como suporte para a inovação, para a mudança e para a competitividade organizacional. Perceber se a Inteligência Emocional dos colaboradores é um dos elementos preditores da Criatividade, objetivo desta investigação, é importante para as organizações pois através de intervenções intencionais que a desenvolvam, poder-se-á ter impacto no potencial criativo dos colaboradores. A amostra é composta por 90 indivíduos pertencentes ao meio organizacional que reportaram a sua Inteligência Emocional e a sua Criatividade no seu trabalho, através de dois questionários. Uma vez que a escala da criatividade não se encontra adaptada à população portuguesa, analisou-se as suas propriedades psicométricas. Para verificar a existência de uma relação entre as variáveis, foram ser analisados os resultados através do Coeficiente de Correlação de Pearson, verificando-se a existência de uma correlação significativa. No sentido de aferir o sentido desta associação foi conduzida uma regressão linear simples, sendo que 13.3% da variância da Criatividade é explicável pela Inteligência Emocional.
The current market that forces organizations to operate the global economy, characterized by intense competition and interdependence and economic collaboration. To survive and gain competitive advantage, they need to make the most of their employees' creative potential, since creative ideas can be used to support innovation, change, and organizational competitiveness. To understand if the Emotional Intelligence of the collaborators is one of the predictive elements of Creativity, the objective of this investigation, is important for the organizations because through intentional interventions that develop it, it can have an impact on the creative potential of the collaborators. The sample is composed by 90 individuals belonging to the organizational environment who reported their Emotional Intelligence and their Creativity in their work, through two questionnaires. Since the scale of creativity is not adapted to the Portuguese population, its psychometric properties were analyzed. To verify the existence of a relationship between the variables, the results were analyzed through Pearson's Correlation Coefficient, and a significant correlation was verified. In order to assess the meaning of this association, a simple linear regression was conducted, and 13.3% of the Creativity variance is explained by Emotional Intelligence.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Psicologia Aplicada
URIhttp://hdl.handle.net/1822/61253
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação+PG34080.pdf1,78 MBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID