Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/60693

TitleCinema, migrações e diversidade cultural: nota introdutória
Other titlesCinema, migration and cultural diversity: introductory note
Author(s)Cabecinhas, Rosa
Macedo, Isabel Moreira
França, Renné
KeywordsCinema
Migrações
Diversidade cultural
Representações sociais
Migrations
Cultural diversity
Social representations
Issue date2019
PublisherUniversidade do Minho. Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS)
JournalRevista Lusófona de Estudos Culturais
CitationCabecinhas, R., Macedo, I. & França, R. (2019). Cinema, migrações e diversidade cultural: nota introdutória. Revista Lusófona de Estudos Culturais, 6(1), 5–11. https://doi.org/10.21814/rlec.380
Abstract(s)A intensificação dos fluxos migratórios e a crescente interconectividade “global” têm tornado evidente que um maior nível de contacto entre pessoas de diferentes culturas não se traduz automaticamente num maior interconhecimento e diálogo intercultural. Pelo contrário, recentemente a explosão dos discursos de ódio nas redes sociais e a divulgação de fake news (incluindo fake vídeos) através das redes sociais digitais (sonhadas como uma promessa de maior interação entre pessoas, transcendendo as tradicionais fronteiras físicas), tornaram evidente que a maior “mistura” no mundo não significa necessariamente maior respeito pela diversidade. De facto, esta “nova” realidade é surpreendentemente “velha”: no mundo em que vivemos a transformação social e tecnológica tem sido acompanhada pela manutenção, e mesmo agudização, de velhas hierarquias, binarismos e hiatos, que continuam a moldar as nossas vidas de forma muito poderosa (Cabecinhas & Cunha, 2017; Macedo, Cabecinhas & Abadia, 2013), tornando esta área de investigação, e de intervenção, extremamente desafiante. [...]
Intensification of migratory flows and increased “global” interconnectivity have demonstrated that more contact between peoples of different cultures does not automatically foster greater mutual knowledge or intercultural dialogue. On the contrary, the recent explosion of hate speech in social networks and dissemination of fake news (including fake videos) via digital social networks (initially heralded as promising greater interaction between people, transcending traditional physical borders), have made it clear that greater connectivity in the world does not necessarily translate into greater respect for diversity. In fact, the “new” situation is surprisingly “old”: in today’s world, social and technological transformations have been accompanied by maintenance, and even exacerbation, of pre-existing hierarchies, binary divisions and gaps that continue to shape our lives (Cabecinhas & Cunha, 2017; Macedo, Cabecinhas & Abadia, 2013), which makes this field of research and intervention extremely challenging. [...]
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/60693
DOI10.21814/rlec.380
ISSN2184-0458
e-ISSN2183-0886
Publisher versionhttp://rlec.pt/index.php/rlec/issue/view/11/showToc
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CECS - Artigos em revistas nacionais / Articles in national journals

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_Cabecinhas_Macedo_Franca_Cinema-migracoes-diversidade_PT.pdfVersão portuguesa71,24 kBAdobe PDFView/Open
2019_Cabecinhas_Macedo_Franca_Cinema-migration-diversity_EN.pdfEnglish version72,34 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID