Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/60234

TitlePerceções de cuidadores sobre vivências em Lares de Infância e Juventude
Other titlesPerceptions of caregivers about experiences in Childrens and Youth’s Homecare
Author(s)Lopes, Alice Leite
Advisor(s)Zamith-Cruz, Judite
KeywordsLar de infância e juventude
Perceções
Cuidador
Residentes
Famílias
Formação
Youth and child care homes
Perceptions
Caregiver
Residents
Families
Formation
Issue date24-Jan-2019
Abstract(s)Esta investigação teve como principal objetivo conhecer as perceções dos profissionais, que trabalham em Lares de Acolhimento de Infância e Juventude (LIJ’s), sobre as suas práticas profissionais junto de crianças e jovens, sobre o modo como é iniciado, desenvolvido e finalizado um processo de acolhimento, designado de “Projeto de Vida”, com vista a uma maior autonomia de jovens residentes. Com esse propósito, realizámos 20 entrevistas a profissionais e a voluntários, em três LIJ’s da região norte do país - Portugal. Utilizámos uma metodologia qualitativa, um estudo de caso, com a técnica de análise de conteúdo, em que obtivemos uma categorização das entrevistas, por recurso ao software MAXQDA 12, com 3 códigos e 9 subcódigos. Como resultados, podemos afirmar que, através da criação de vínculos afetivos entre um educador privilegiado e a criança/jovem, além de um sentimento de pertença ao LIJ, se enquadra um processo relacional, numa base de proximidade/confiança em que seja privilegiado o bem-estar subjetivo. É referido a importância do primeiro momento do acolhimento. São outros fatores de análise os condicionantes de vida em grupo. O apoio/suporte efetivo a residente por adultos, outros jovens e colegas de escola, o incentivo à individualidade nos espaços físicos, justificando-se intervir e preparar o retorno à família, em certas situações. Existe a possibilidade de os residentes concluírem os seus estudos, além da escolariedade obrigatória. Outras conclusões da investigação realçam a importância da formação dos cuidadores em desenvolvimento e aprendizagem. Constata-se a escassa intervenção junto de famílias, reportada à limitação de recursos humanos, para que haja o retorno da criança ao seu meio. Pretende-se proporcionar, além do retorno a famílias, a autonomia e independência social de jovens adultos.
The investigation has main aim to know the perceptions of professionals which work in Youth and Child homecare, on their professional practice with children and young people, the process of sheltering on how the process is initiated, developed and finalized and about the way it’s makes a “Life Project” in order of more autonomy of the youth residents. With this proposes 20 interviews were realized to professionals and voluntaries in three Youth and Child Care Homes of north region of the country – Portugal. It used a qualitative methodology, a study case with a technique of content analysis which it was gotten a categorization of the interviews, with the software MAXQDA 12, with 3 codes and 9 subcodes. The results, it could affirm that through the creation of affectional bond between a privileged educator and a child/youth, beyond a feeling of belonging to the Youth and Child Care Home that include the relational process on a basis of proximity / trust since a sheltering moment. The importance of the first sheltering moment is mentioned. There are other factors of analysis, the conditioning of the life in group. Effective support to the resident by adults, other youth and schoolmates, the incentive to individuality in physical spaces, justifying an intervention and preparation back to their families in some situations. There is a possibility for residents to complete their studies and build a future life, beyond the mandatory scholarity required. Other research findings are the importance of training caregivers in development and learning. It is noticed the scarce intervention with families, reported to the limitation of human resources, so that the child returns to his / her environment. It aims to provide, in addition to returning to families, the autonomy and social independence of young adults.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Estudos da Criança (especialidade em Psicologia do Desenvolvimento e Educação)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/60234
AccessEmbargoed access (2 Years)
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alice Leite Lopes.pdf
  Until 2021-01-24
3,53 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID