Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/59893

TitleLiteracia digital e tecnologias criativas: um estudo qualitativo com crianças dos 10 aos 13 anos a partir do “Ateliê de Formas para Animação”
Author(s)Pereira, Sara
Pessôa, Clarisse Alves Monteiro
Costa, Patrícia
KeywordsLiteracia para os media
Literacia digital
Tecnologias criativas
Produção mediática
Media literacy
Digital literacy
Creative technologies
Media production
Issue date2012
PublisherUniversidade do Minho. Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS)
JournalComunicação e Sociedade
CitationPereira, S., Pessôa, C. & Costa, P. (2012). Literacia digital e tecnologias criativas: um estudo qualitativo com crianças dos 10 aos 13 anos a partir do “Ateliê de Formas para Animação”. Comunicação e Sociedade, 22, 110 – 130.
Abstract(s)É hoje evidente a importância que os media, em particular os meios digitais, assumem na sociedade. Graças aos novos ambientes digitais, a forma como comunicamos e nos relacionamos com os outros, o acesso e a partilha de informação, a aprendizagem e o exercício da cidadania, têm sofrido alterações significativas. Estas mudanças têm um importante impacto no desenvolvimento pessoal e social de crianças e jovens, colocando grandes desafios aos pais, às escolas, aos professores e aos próprios jovens. Esta nova realidade social e mediática desafia também o trabalho de investigadores, profissionais dos media e especialistas em tecnologia. Com o objetivo, precisamente, de atender e de reagir às novas formas e meios de aprender e de comunicar, um grupo de investigadores de diferentes áreas juntou-se para criar um espaço digital com o objetivo de promover a cooperação, a participação e a conectividade de comunidades escolares. A partir de uma plataforma inicial, criada por uma empresa participante, o projeto “Escolinhas Criativas”, financiado pelo QREN, tem como objetivo expandir e enriquecer essa plataforma, designada internacionalmente de ‘Schoooools’, criando ferramentas criativas que suportem a criação, a produção e a partilha de conteúdos digitais, principalmente em contexto escolar. Este artigo tem como objetivo principal apresentar os resultados de um trabalho de natureza qualitativa desenvolvido com um grupo de 11 alunos, com idades compreendidas entre os 10 e os 13 anos, que participam num ateliê extra-curricular designado ‘Ateliê de Formas para Animação’, promovido pelo Colégio Paulo VI (Gondomar) no âmbito do projeto “Escolinhas Criativas”. Pretende-se dar a conhecer a experiência e o processo produtivo e criativo deste grupo de alunos, centrando a atenção no modo como este trabalho permite desenvolver a literacia digital das crianças, promovendo a criatividade, o pensamento crítico, a colaboração, a resolução de problemas, a tomada de decisão e a expressão de pensamentos. Este processo foi estudado através da análise do processo de produção e da realização de entrevistas semi-estruturadas aos alunos que participam no ateliê, bem como aos professores que o dinamizam.
It is evident today that the media play an important role in society. The way we communicate and relate to each other, the way of accessing and sharing information, the learning process and the exercise of citizenship have changed profoundly due to the new digital environments These changes have a large impact on the personal and social development of children and young people, creating multiple challenges to parents, schools and teachers and to young people themselves. This new social and media reality also challenges researchers, media professionals and experts in technology. With a view to addressing the new ways of learning and communicating, a group of researchers of different areas created a digital platform to promote cooperation, participation and connectivity between school communities. Using an original platform, created by the project’s main promoting company, the “Creative Schools” project, funded by the National Strategic Reference Framework (NSRF), intends to expand and enrich this platform, internationally known as “Schoooools”, by conceiving creative tools to support the production and sharing of digital contents mainly in the school context. This article intends to present the results of a qualitative work, developed by a group of 11 students, aged between 10 and 13 years, in an extra-curricular workshop named ‘Animation Forms’, promoted by Colégio Paulo VI (Gondomar) in the scope of the project ‘Creative Schools’. The main aim is to share the experience and the production process, with the support of creative technologies, of this group of students. We intend to discuss how this work allows children to develop digital literacy competences, how it promotes creativity, critical thinking, collaborative learning, problem –solving, decision-making and expression of thoughts and feelings. This process was studied through the analysis of the productive process and by conducting semistructured interviews to both the children and the facilitating teachers.
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/59893
DOI10.17231/comsoc.22(2012).1277
ISSN1645-2089
e-ISSN2183-3575
Publisher versionhttp://revistacomsoc.pt/index.php/comsoc/issue/view/100/showToc
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CECS - Artigos em revistas nacionais / Articles in national journals
DCC - Artigos em revistas nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_Pereira_Pessoa_Costa_Literacia-digital-tecnologias-criativas.pdf1,03 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID