Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/57018

TitleA ambivalência em casos completos e de abandono terapêutico em terapia breve
Other titlesThe ambivalence in complete cases and dropout cases in brief therapy
Author(s)Araújo, Ana Rafaela Lourenço
Advisor(s)Gonçalves, Miguel M.
Batista, João
KeywordsProcesso de mudança
Auto-narrativa problemática
Ambivalência
Momentos de inovação
Momentos de ambivalência
Process of change
Problematic self-narrative
Ambivalence
Innovative moments
Ambivalence moments
Issue date2018
Abstract(s)Numa perspetiva narrativa, o processo de mudança em psicoterapia envolve a transformação de uma auto-narrativa problemática numa auto-narrativa alternativa. Através do diálogo terapêutico há a possibilidade de identificar a emergência de Momentos de Inovação (MIs) – transformação da narrativa problemática numa narrativa alternativa, através da flexibilização de sentimentos, ações e pensamentos – e, consequentemente, de Momentos de Ambivalência (MAs). A ambivalência é comum em psicoterapia e tem sido estudada com recurso ao Sistema de Codificação de Ambivalência (SCA). Os resultados têm revelado que os MAs têm uma tendência de decréscimo tanto nos casos de sucesso como nos de insucesso. No entanto, estes últimos apresentaram uma maior proporção de MAs. Porém, existe uma lacuna no que toca ao estudo da ambivalência através da comparação entre casos completos e de abandono terapêutico. Assim, o principal objetivo deste estudo prende-se com a exploração da evolução do perfil de ambivalência nos casos completos e de abandono terapêutico. Procedeu-se à codificação de MIs e de MAs dos 23 casos da amostra e, seguidamente, fez-se a análise estatística utilizando o modelo linear generalizado misto. Os resultados revelaram que a ambivalência tem uma tendência de decréscimo ao longo da terapia, tanto nos casos completos como nos de abandono terapêutico.
In a narrative perspective, the process of change in psychotherapy involves the transformation of a problematic self-narrative into an alternative self-narrative. Through therapeutic dialogue, there is the possibility of identifying the emergence of innovative moments (IMs) - transforming the problematic narrative into an alternative narrative, through the flexibilization of feelings, actions and thoughts - and, consequently, ambivalence moments (AMs). Ambivalence is common in psychotherapy and has been studied using the Ambivalence Coding System (ACS). Results have shown that AMs have a decreasing tendency in both success and failure cases. However, the later presented a higher proportion of AMs. However, there is a gap in the study of ambivalence through the comparison between complete cases and dropout cases. Thus, the main objective of this study is the exploration of the evolution of the ambivalence profile in the complete cases and dropout cases. IMs and AMs were coded from the 23 sample cases and then the statistical analysis was performed using the generalized linear mixed model. The results showed that ambivalence tends to decrease throughout therapy, both in complete cases and in dropout cases.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/57018
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE+FINAL.pdf695,05 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID