Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/56466

TitleHomework monitoring in mathematics: mapping and examining practices of teachers, students and parents
Other titlesMonitorização do TPC de matemática: mapeando e avaliando práticas de professores, alunos e pais
Author(s)Cunha, Jennifer Silva
Advisor(s)Rosário, Pedro
KeywordsHomework
Homework monitoring
Feedback
School engagement
Parental involvement
Mathematics
Trabalho para casa
Monitorização do TPC
Envolvimento escolar
Envolvimento parental
Matemática
Issue date9-Jul-2018
Abstract(s)Homework, defined as the set of tasks assigned by teachers to students to be completed during non-school hours, is widely used in schools as a tool to promote students’ learning. This has been consistently studied for the last decades in order to analyze its impact on students’ academic achievement and behavioral, cognitive, motivational and emotional variables. Recently, the research has been focused on exploring and analyzing variables related to each of the actors in the homework process (i.e. teachers, students, and parents) to maximize the benefits of homework. In order to fill the gaps in the research (focused mainly on the process of monitoring homework by teachers and students in the classroom, as well as by parents at home), the first part of this thesis is comprised of three studies: i) a qualitative study that aims to explore teachers’ conceptions of the homework feedback focusing on four key aspects: definition, purpose, types of practices, and perceived impact; ii) a mixed methods study (sequential explanatory design) that aims to understand the predictive impact of five types of homework feedback reported by teachers and perceived by students on students’ school engagement; and iii) a quantitative study that aims to validate the parental homework management scale. Given that mathematics is a subject of great relevance to other areas of knowledge, as well as a concern for educators due to the high rates of failure in the subject, all studies are focused on mathematics. In the first study, 47 elementary and middle school teachers participated. Data were collected through two methods (focus groups and classroom observations) and analyzed through content analysis. Findings indicated that participants conceptualized homework feedback in three directions (i.e. teachers’ feedback provided to students, students’ feedback provided to teachers, and homework self-feedback), and the purpose reported by most teachers is their monitoring of students’ learning. Participants also reported the types of homework feedback frequently used in class (corroborated by classroom observations) and their perceived impact on students. This study provided implications for educational practice (e.g., identification of specific training needs) and for research (e.g., relationships between homework feedback types and dimensions of student school engagement that were not yet analyzed). In the second study, 4,288 6th grade students and their teachers (N = 170) participated in the quantitative phase. At this phase, multivariate multilevel regression models showed positive and statistically significant relationships between the five types of homework feedback and the students' school engagement, although with low effect sizes and with different results at the student and class levels. In the qualitative phase of this mixed methods study, 29 students were randomly selected to participate from the initial sample. Thematically analyzed data indicated, among other aspects, that students: i) did not identify some homework feedback types (e.g., praise); ii) reported maladaptive behaviors during homework monitoring in the classroom (e.g., students did not check their homework); and iii) reported not using the homework feedback provided on a regular basis. The data allowed concluding that homework feedback is beneficial for students' school engagement, yet their full potential is not reached. In the third study, 2,118 parent-child dyads (6th grade) were split into two groups to conduct two phases of data analysis: exploratory factor analysis and confirmatory factor analysis. Results indicated that the parental homework management scale is comprised of two distinct yet related factors: environment-time and motivation-emotion management. The scale revealed good psychometric quality, being a useful instrument for future research. The results of the research are of great relevance for educational practice. However, teachers do not have enough time or technical knowledge to interpret results of the studies due to its complexity. For these reasons and in order to contribute to improve teachers’ homework practices and, consequently, students' learning; the second part of this thesis presents two documents aiming to disseminate the results of research: i) an article focused on homework practices under a self-regulated learning lens, and ii) an e-book focused on feedback practices in general and on homework feedback in particular.
O Trabalho Para Casa (TPC), definido como o conjunto de tarefas prescritas pelos professores aos alunos para serem realizadas fora do horário letivo, é muito utilizado no contexto escolar como ferramenta promotora da aprendizagem dos alunos. Este tem sido objeto de estudo intensivo nas últimas décadas, no sentido de analisar o seu impacto no rendimento académico e nas variáveis comportamentais, cognitivas, motivacionais e emocionais dos alunos. Mais recentemente, os investigadores estão focados em explorar e analisar variáveis, relacionadas com cada um dos intervenientes do processo de TPC (i.e. professores, alunos e pais), que possam maximizar os seus benefícios. Com o propósito de responder às lacunas da investigação (centradas, essencialmente, no processo de monitorização do TPC na sala de aula pelos professores e pelos alunos e em casa pelos pais), a primeira parte da presente tese é constituída por três estudos: i) um estudo qualitativo com o objetivo de explorar as conceções dos professores acerca do feedback de TPC relativas a quatro aspetos-chave: definição, propósito, tipos de práticas e impacto percebido; ii) um estudo misto (design sequencial explicativo) com o objetivo de compreender o impacto preditivo de cinco tipologias de feedback de TPC reportadas pelos professores e percebidas pelos alunos no seu envolvimento escolar; e iii) um estudo quantitativo com o objetivo de validar uma escala de envolvimento parental na gestão do TPC dos alunos. Uma vez que a disciplina de matemática é de grande relevância para outras áreas do saber, assim como alvo de preocupação por partes dos educadores, devido às suas elevadas taxas de insucesso; todos os estudos realizados são focados na matemática. No primeiro estudo participaram 47 professores do 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico, sendo os dados recolhidos através de dois métodos (grupos focais e observações de sala de aula) e analisados através da análise de conteúdo. Os resultados indicaram que os professores concetualizam o feedback de TPC em três direções (feedback de TPC para os alunos, feedback de TPC para o professor e auto feedback de TPC), sendo “monitorização da aprendizagem dos alunos pelo professor” o propósito mais reportado. Os professores referiram também quais as tipologias de feedback de TPC mais utilizadas na sala de aula (corroboradas pelas observações) e o seu impacto percebido. Este estudo providenciou implicações para a prática educativa (e.g., identificação de necessidades de formação) e para a investigação (e.g., relações entre tipologias de feedback e dimensões do envolvimento escolar dos alunos que ainda não tinham sido analisadas). No segundo estudo participaram 4,288 alunos do 6.º ano de escolaridade e os respetivos professores (N = 170) na fase quantitativa. Nesta fase, a partir de um modelo multinível de regressão multivariada, encontraram-se relações positivas e estatisticamente significativas entre as cinco tipologias de feedback de TPC e o envolvimento escolar dos alunos, embora com baixos tamanhos do efeito e com resultados diferentes ao nível do aluno e da turma. Na fase qualitativa deste estudo misto participaram 29 alunos selecionados aleatoriamente da amostra inicial. Os dados, analisados a partir de uma análise temática, indicaram, entre outros aspetos, que os alunos: i) não identificam algumas tipologias de feedback (e.g., elogio); ii) reportam comportamentos desadaptativos durante a monitorização do TPC na sala de aula (e.g., não corrigem o TPC); e iii) reportam não utilizar o feedback de TPC providenciado de forma regular. Os dados permitiram concluir que o feedback de TPC é benéfico para o envolvimento escolar dos alunos, contudo o seu potencial é subaproveitado. No terceiro estudo participaram 2,118 díades pais-filhos (6.º ano de escolaridade), divididas em dois grupos para realizar duas fases de análise de dados: análise fatorial exploratória e análise fatorial confirmatória. Os resultados indicaram que a escala de envolvimento parental na gestão de TPC é constituída por dois fatores distintos, contudo relacionados: gestão do ambiente-tempo e gestão da motivação-emoção. A escala revelou boa qualidade psicométrica, sendo um instrumento útil para estudos futuros neste domínio. Os resultados da investigação são de grande relevância para a prática educativa; contudo, os professores não têm tempo nem conhecimento técnico suficiente para interpretar os dados dos estudos devido à sua complexidade. Por estes motivos e com o intuito de contribuir para melhorar as práticas de TPC dos professores e, consequentemente, a aprendizagem dos alunos; na segunda parte desta tese são apresentados dois documentos de disseminação dos resultados da investigação: i) um artigo sobre as práticas de TPC sob uma lente autorregulatória da aprendizagem e ii) um e-book sobre as práticas de feedback em geral e do TPC em particular.
TypedoctoralThesis
DescriptionTese de Doutoramento Doutoramento em Psicologia Aplicada
URIhttp://hdl.handle.net/1822/56466
AccessrestrictedAccess
Appears in Collections:CIPsi - Teses de Doutoramento
BUM - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese JenniferCunha FEV 2018.pdf3,77 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis