Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/56463

TitleDo RepositóriUM aos repositórios da nova geração
Author(s)Rodrigues, Eloy
Keywordsrepositórios
comunicação científica
Acesso Aberto
Ciência Aberta
RepositóriUM
Issue date2018
PublisherUniversidade Aberta
CitationCarvalho, Madalena, org. - Acesso Aberto [Em linha]: da visão à ação: contextos, cenários e práticas. Lisboa: Universidade Aberta, 2018. 230 p. (eUAb. Ciência e cultura; 4). ISBN 978-972-674-829-8
Abstract(s)[Excerto] Introdução: Os modernos repositórios constituem uma das ferramentas que, ao longo da história, têm vindo a ser utilizadas na comunicação académica e científica para a partilha do conhecimento. Tal como a criação das primeiras revistas científicas em meados do século XVII(1) foi a evolução natural da intensa troca de correspondência entre a emergente comunidade científica, quando esta se começou a alargar e a tornar a comunicação de um para um pouco eficaz, o aparecimento dos primeiros repositórios baseou-se nas práticas comunicacionais então existentes procurando dar resposta aos seus problemas e limitações. O primeiro repositório científico, o Arxiv(2) criado em 1991, deu continuidade e alargou a tradição de circulação de preprints3 e reprints4 no século XX, particularmente disseminada em algumas áreas da física. Após o estabelecimento do Arxiv, apesar da criação de outros repositórios disciplinares como o CogPrints(5), o número de repositórios manteve-se muito limitado até ao início do século XXI. A generalização dos repositórios científicos, que ocorreu nos últimos dezasseis anos, está intimamente associada a outros dois desenvolvimentos: a Open Archives Initiative(6) com a definição do protocolo OAI-PMH e o aparecimento e consolidação do movimento de acesso aberto. A Open Archives Initiative foi estabelecida numa reunião ocorrida em outubro de 1999, para desenvolver e promover padrões de interoperabilidade visando facilitar a disseminação eficiente de conteúdos, desde logo os documentos (que então se designavam como eprints) que estavam a ser depositados nos repositórios já existentes. Assim, para além do foco técnico na interoperabilidade, a OAI tinha como fundamento e visão a promoção da abertura e a mais ampla disponibilidade da literatura académica. [...]
TypeBook part
URIhttp://hdl.handle.net/1822/56463
ISBN978-972-674-829-8
AccessOpen access
Appears in Collections:SDUM - Capítulos de livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
10anos RA_Eloy Rodrigues.pdf114,03 kBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID