Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/56401

TitleO impacto da cultura organizacional na eficácia da organizações públicas em Timor-Leste
Author(s)Gomes, Rosalino
Advisor(s)Tavares, António F.
KeywordsEficácia organizacional
Cultura organizacional
Organizações públicas
Ministérios do governo constitucional
Organizational effectiveness
Organizational culture
Public organizations
Ministries of the constitutional government
Issue date30-Jul-2018
Abstract(s)Este estudo teve como objectivo investigar o impacto da cultura organizacional na eficácia das organizações públicas da administração central do Governo de Timor- Leste. Para prosseguir tal objectivo, fez-se o enquadramento teórico dos temas da eficácia organizacional e da cultura organizacional recorrendo ao uso de bases teóricas já existentes que permitissem clarificar a ligação entre estes dois conceitos. Assim, recorremos ao Modelo dos Valores Competitivos, numa tentativa de compreender melhor o conceito de eficácia organizacional. Posteriormente, o estudo da eficácia organizacional no contexto das organizações públicas revelou que, devido ao seu caracter multidimensional, a sua avaliação deveria ser feita com base em nove critérios de eficácia que podem ser agrupados em dois domínios, designadamente, o domínio da adaptação externa e o domínio da motivação. Em seguida, no estudo teórico da cultura organizacional, optou-se pela base de trabalho desenvolvida por Schein, que considera a existência de sete dimensões no que diz respeito ao estudo da cultura organizacional designadamente: a dimensão de relação da organização com seu ambiente; a natureza da realidade e da verdade; a natureza humana; a natureza da actividade humana; a natureza do relacionamento humano; a natureza do tempo; e a natureza de espaço e o possível impacto destas dimensões na eficácia das organizações pesquisadas. No estudo empírico, foi utilizada a metodologia quantitativa na análise de quatro tipos de Ministérios: políticos, económicos, sociais e técnicos. Recorrendo-se à base teórica desenvolvida, optou-se pela construção de um inquérito a ser administrado manualmente a todos os elementos da gestão de topo e das unidades dos dirigentes da administração nos ministérios estudados perfazendo um total de 152 indivíduos. Apesar dos inquiridos possuírem agendas sobrecarregadas, a sua participação no estudo foi excelente, traduzindo-se uma taxa de respostas de 72.2 %. Os resultados obtidos neste estudo demonstram ainda há muito a fazer nas organizações públicas dos Ministérios em Timor-Leste, uma vez que os níveis de eficácia nos diferentes domínios são, globalmente, medianos. Apesar disso, o critério da qualidade obtém uma classificação positiva. De igual modo, os aspectos comportamentais característicos da dimensão do processo interno ou burocrático, a dimensão das relações humanas e a dimensão dos objectivos racionais foram os mais valorizados pelos gestores dos Ministérios estudados. Para explorar a relação existente entre a eficácia organizacional e a cultura organizacional optou-se por utilizar o modelo de regressão, ao resultado do modelo de regressão obtido a partir dos dados originais proposto no estudo de cultura organizacional para organizações públicas dos ministérios timorense bastante amputado face à eficácia organizacional. De facto, dos seis factores propostos. Trata-se do Recursos Humanos, Ambiente e organização, Relações, Processos, Dogmas e Autocracia ou paternalismo. Destas, apenas os três primeiros têm contributo positivo para a eficácia das organizações dos ministérios timorense.
This study aimed to investigate the impact of organizational culture on the effectiveness of public organizations of the central administration of East Timor´s Government. In order to pursue this objective, the theoretical framework of the topics of organizational effectiveness and organizational culture were drawn up using the existing theoretical bases that made clarified the connection between the two concepts. Thus, we turn to the Competing Values Approach, in an attempt to better understand the concept of organizational effectiveness. Subsequently, the study of organizational effectiveness in the context of public organizations revealed that, due to its multidimensional nature, the very same evaluation should be based on nine criteria of effectiveness which can be grouped into two areas, namely external adaptation and motivation. Then, in the theoretical study of organizational culture, the basis developed by Schein´s work was chosen, he who considers the existence of seven dimensions regarding the study of organizational culture namely: the Human relationships to nature; The nature of reality and truth; The nature of human nature; the nature of human activity; The nature of human relationships; the nature of time; and the nature of space and the possible impact of these dimensions on the effectiveness of the organizations surveyed. In the empirical study, the quantitative methodology was used in the analysis of four types of Ministries: political, economic, social and technical. Based on the theoretical basis developed, a survey was conducted to be administered manually to all elements in the highest levels of management and management units in the ministries studied in a total of 152 individuals. Although the respondents had overloaded schedules, their participation in the study was excellent, reflecting a response rate of 72.2%. The results obtained in this study demonstrates that a great deal still needs to be done in the public organizations in the East- Timor State Ministries, given that the levels of effectiveness in the different domains are globally medium. Despite this, the quality criterion obtains a positive rating. Likewise, the behavioral aspects, typical of the internal or bureaucratic process, human relations and the rational objectives dimensions were the most valued by the managers of the studied Ministries. To explore the relationship between organizational effectiveness and organizational culture, regression model was used. The result of the regression model obtained from the original data proposed in the study of organizational culture for public organizations of Timorese ministries greatly amputated in the face of organizational effectiveness. In fact, of the six factors proposed. These are Human Resources, Environment and organization, Relationships, Processes, Dogmas and Autocracy or paternalism. Of these, only the first three have a positive contribution to the effectiveness of Timorese ministries' organizations.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Ciências da Administração
URIhttp://hdl.handle.net/1822/56401
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rosalino Gomes.pdf5,74 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID