Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/56236

TitleO pensamento de Miguel Real: Portugal entre a Europa e a Lusofonia
Other titlesMiguel Real’s vision: Portugal between Europe and Lusophony
Author(s)Fernandes, Vítor Joaquim Neves
Advisor(s)Gama, Manuel
KeywordsEuropa
Portugal
Lusofonia
Miguel Real
Europe
Lusophony
Issue date2017
Abstract(s)O presente trabalho pretende apresentar uma visão de conjunto sobre o pensamento de Miguel Real (até 2016), tomando como tema unificador as considerações que ele tece sobre as dinâmicas históricas e atuais da relação entre Portugal e a Europa e os países da Lusofonia. De facto, numa altura em que a cada referendo, a cada eleição, o futuro da Europa, e, por arrastamento, o de Portugal, parece estar em jogo, o questionamento destas relações torna-se, no nosso ponto de vista, premente. Qual a situação atual? De que forma é que chegámos até aqui? Que tipo de futuro temos à nossa espera? Em Miguel Real encontrámos um pensador que dá resposta a todas estas questões. Assim, começámos por analisar o contexto histórico das relações entre Portugal e Europa, desde o momento de emergência da cultura portuguesa até à entrada de Portugal na Comunidade Económica Europeia, passando pelos momentos em que esta relação adquiriu uma feição muito própria, na sequência do desastre de Alcácer Quibir e da perda de independência do país. Facilmente chegámos à conclusão de que Portugal tomou sempre a Europa como a sua principal interlocutora; mesmo nos momentos de crise, foi sempre olhando para a Europa que olhámos para nós próprios; foi sempre no espelho europeu que nos procurámos. De seguida, efetuámos uma análise do atual momento da relação entre Portugal e a Europa. Decorridos que estão mais de trinta anos desde a entrada de Portugal na «Europa», consideramos que o momento se oferece como oportuno para um balanço. Real tem uma visão bastante crítica sobre o atual momento do país; em termos culturais, mas também em termos políticos e económicos. De facto, Real considera que o «sonho europeu» de Portugal falhou. Ele considera também que a Europa está a viver um processo acelerado de decadência. Em forte contradição com o seu ser histórico, a Europa é hoje um projeto político que se encontra prisioneiro de uma ideologia tecnocrática, que pouco ou nada deve aos valores da sua filosofia histórica, o humanismo. No seguimento disto, efetuámos uma análise das propostas que Real oferece para o futuro de Portugal, entrando neste ponto as considerações que Real tece sobre a Lusofonia. De facto, ele desenha para Portugal um futuro assente em dois grandes eixos, a Europa e a Lusofonia, não os tomando como mutuamente exclusivos. No entanto, Real considera que, devido ao atual momento de decadência da Europa, Portugal deverá cada vez mais virar-se para a Lusofonia, por ele considerada como uma alternativa de futuro para Portugal.
The present work intends to present an overview of Miguel Real’s cultural reflections (up to 2016), taking as a unifying theme the considerations he makes on the historical and current dynamics of the relationship between Portugal and Europe and the Lusophone countries. In fact, at a time when after each referendum, each election, the future of Europe – and, by extension, that of Portugal – seems to be at stake, the questioning of this relationship becomes rather urgent. What is the current situation? How did we get here? What does the future hold for Portugal and Europe? In Miguel Real we have found a thinker who answers all these questions. Thus, we begin by analysing the historical context of the relation between Portugal and Europe, from the moment of emergence of the Portuguese culture to Portugal’s accession to the European Communities, passing through the moments in which this relation acquired a very particular facet in the aftermath of the disaster of Alcácer Quibir and the subsequent loss of independence. We easily came to the conclusion that Portugal has always taken Europe as its principal interlocutor; even in the moments of crisis, it was always looking towards Europe that we looked at ourselves; it was always in the European mirror that we sought our image. After this, we consider the current moment of the relationship between Portugal and Europe. More than thirty years have passed since Portugal's accession to the European Communities, and so we consider that the moment is appropriate for an assessment. Miguel Real is very critical about the country's current situation; that is the case in cultural terms, but also in political and economic ones. Indeed, he believes that Portugal's 'European dream' has failed. Real also considers that Europe is experiencing a rapid process of decay. In strong contradiction with its historical being, Europe is in the present a political project that is held captive by a technocratic ideology, which little or nothing owes to the values of its historical philosophy, humanism. Following this, we make an analysis of the proposals that Real offers for the future of Portugal, and it is at this point that his considerations about Lusophony enter the stage. In fact, he considers that Portugal’s future hinges on two major axes, Europe and Lusophony, not taking them as mutually exclusive. However, Real considers that, due to Europe’s current moment of decadence, Portugal should increasingly shift its focus to Lusophony, which he deems as an alternative for Portugal’s future. Moreover, Real already identifies in the Lusophone world a civilisational dimension of its own.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Português Língua Não Materna (PLNM) - Português Língua Estrangeira (PLE) e Língua Segunda (PL2)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/56236
AccessEmbargoed access (2 Years)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VítorFernandes_Dissertação_VersãoFinal.pdf
  Until 2020-01-01
757,39 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID