Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/56003

TitleVinculação e solidão em pessoas idosas
Other titlesAttachment and loneliness in elderly population
Author(s)Raposo, José Nuno Pereira
Advisor(s)Ferreira-Alves, J.
KeywordsVinculação
Solidão
População idosa
Attachment
Loneliness
Old age
Issue date2018
Abstract(s)Os adultos em idade avançada têm sido considerados um grupo com maior vulnerabilidade à solidão. O presente estudo, baseado numa perspetiva desenvolvimental, tem como objetivo principal estudar a influência da vinculação na vivência dos sentimentos de solidão com pessoas idosas. Este estudo foi elaborado através da administração de dois questionários (Escala de Vinculação Adulta e Escala de Solidão Social e Emocional), validados para a população portuguesa, a 84 pessoas idosas da Ilha de São Miguel, nos Açores. Para recrutar participantes recorreu-se ao processo de snowball sampling. Os principais resultados sugerem uma correlação positiva entre o estilo ansioso da vinculação e a solidão social, familiar e romântica, uma correlação negativa entre o conforto com a proximidade com a solidão social e ausência de relação com a solidão familiar e romântica, uma correlação negativa entre a confiança nos outros e solidão social e familiar e ausência de relação com a solidão romântica. Verificou-se uma maior solidão familiar no sexo masculino do que no sexo feminino.
Older adults have been considered a group with greater vulnerability to loneliness and the present study, based on a developmental perspective, has as main objective to study the influence of the attachment in the experience of the feelings of solitude with elderly people. This study was carried out through the administration of two validated questionnaires (Escala de Vinculação Adulta e Escala e Escala de Solidão Social e Emocional) for the Portuguese population to a population of 84 elderly people from the Island of São Miguel, in the Azores. To recruiting participants, it was used the snowball sampling process. The main results suggest a positive correlation between the anxious style of attachment and social, family and romantic solitude, a negative correlation between comfort and closeness to social loneliness and absence of relationship with family and romantic loneliness, a negative correlation between confidence in others and social and family loneliness and absence of relationship with romantic loneliness. There was greater familial solitary confinement in males than females.
TypemasterThesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/56003
AccessembargoedAccess (1 Year)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação+de+Mestrado.pdf624,11 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis