Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/55049

Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorOliveira, Clara Costapor
dc.contributor.authorMacedo, Eduarda Filipa Araújopor
dc.date.accessioned2018-06-13T08:49:30Z-
dc.date.issued2017-
dc.date.submitted2017-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1822/55049-
dc.descriptionRelatório de estágio de mestrado em Educação (área de especialização em Educação de Adultos e Intervenção Comunitária)por
dc.description.abstractAssiste-se cada vez mais, nos meios rurais, a cenários de uma população envelhecida e/ou isolada, o que representa uma questão crucial para a sociedade atual. A consciencialização das populações para a importância da sua participação na comunidade e para a preservação da sua autonomia, é fundamental para manter a organização e democratização social. Neste sentido, surge o projeto socioeducativo "Aprender a ser com música e ciência", desenvolvido no Centro Social da Paróquia de Taíde (Póvoa de Lanhoso), onde a principal finalidade foi disponibilizar ao público-alvo novas formas de percecionar e reconhecer áreas que lhes são familiares: a música e a ciência aleada à música. Outro dos objetivos que se liga diretamente com o anterior é a valorização das práticas de educação ao longo da vida e não só o envelhecimento ativo. As práticas alicerçadas pela educação popular permitiram sustentar a identidade do público-alvo, de modo a repercutir-se no seu dia-a-dia através da presença do espírito crítico e criativo em todas as suas dimensões. Neste enquadramento, a investigação-ação participativa foi a metodologia utilizada e para a sua concretização, o público-alvo foi considerado o agente da sua própria educação por interação entre a sua ação e reflexão. O educador comunitário e investigador/observador deve facultar instrumentos para a população participar efetivamente, através da aplicação de métodos e técnicas que orientem a investigação e intervenção do projeto. O presente trabalho permitiu constatar que a conceção de projetos socioeducativos com dinâmicas inovadoras, mas familiares, que despoletam a produção de conhecimento é uma mais-valia para fortalecer a autoestima dos indivíduos e as relações interpessoais. Para além disso, a música como método e instrumento de intervenção ajudou o público a entender a educação como um processo ao longo da vida e não circunscrito a uma faixa etária.por
dc.description.abstractMore and more, in rural areas, there is a scenario of an aging and/or isolated population, which is a crucial issue for today's society. Awareness of the population for the importance of their participation in the community and for the preservation of their autonomy is fundamental to maintain a social organization and democratization. In this sense, the socio-educational project "Learn to be with music and science" was developed at the Centro Social da Paróquia de Taíde (Póvoa de Lanhoso), where the main aim was to offer the target audience new ways of perceiving and recognizing areas that are familiar, such as music and science, where science was being alloyed through music. Another of the objectives that is directly linked to the previous one, is the valuation of practices of education during their lifetime and not only in the active aging. The practices based on popular education allowed the identity of the target audience to be sustained, so that it could be reflected in their daily lives through the presence of the critical and creative spirit in all its dimensions. In this context, participatory action research was the methodology used for its implementation. The target audience was considered the agent of their own education through interaction between their action and reflection. The community educator and researcher/observer should provide tools for the population to participate effectively through the application of methods and techniques that guide the investigation and intervention of the project. The present work showed that the design of socio-educational projects with innovative but familiar dynamics that trigger the production of knowledge, is an added value to strengthen individuals' self-esteem and interpersonal relationships. In addition, music as a method and instrument of intervention, helped the public to understand education as a lifelong process and not limited to an age group.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsembargoedAccess (1 Year)por
dc.subjectEducação ao longo da vidapor
dc.subjectMúsica e ciênciapor
dc.subjectEducação popularpor
dc.subjectLifelong educationpor
dc.subjectMusic and sciencepor
dc.subjectPopular educationpor
dc.titleAprender a ser com música e ciênciapor
dc.title.alternativeLearn to be with music and sciencepor
dc.typemasterThesiseng
dc.date.embargo2019-01-01-
dc.identifier.tid201916037por
thesis.degree.grantorUniversidade do Minhopor
sdum.degree.grade18 valorespor
sdum.uoeiInstituto de Educaçãopor
dc.subject.fosCiências Sociais::Ciências da Educaçãopor
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório de Estágio Eduarda Macedo.pdf7,86 MBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis