Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/55021

TitleLiteraturas pós-coloniais e mapeamento de espaços transculturais: um olhar sobre contextos africanos
Author(s)Benedito, Fernanda Felisbela Manuel da Costa dos Santos
Advisor(s)Macedo, Ana Gabriela
Brugioni, Elena
Passos, Joana Filipa
Issue date8-Nov-2017
Abstract(s)A partir de uma perspectiva que coloca em evidencia a relação entre Literatura, História e (Pós)colonialismo, o nosso trabalho centrou-se numa leitura crítica de quatro romances africanos, designadamente, Things Fall Apart (1958), do escritor nigeriano Chinua Achebe, Nervous Conditions (1988), de autoria da escritora zimbabueana TsiTsi Dangarembga, Lueji O Nascimento Dum Império (1990) do angolano Pepetela, e Half of a Yellow Sun (2004) da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie. A nossa leitura teve como propósito analisar o modo através do qual os autores do nosso estudo ao procederem à reescrita da história através dos seus textos literários, fazem uma reflexão do universo cultural pós-colonial dos seus respectivos contextos. Ao longo da nossa abordagem procurámos igualmente analisar como essa reflexão articula questões atinentes à representação da voz da mulher, no contexto da restituição crítica das culturas locais. Para o alcance do nosso objectivo proclamámos como referencial teórico a crítica pós-colonial, da qual elegemos alguns conceitos que julgamos estruturais para o nosso trabalho, procurando uma discussão crítica desses mesmos conceitos, tendo como enfoque as sociedades representadas pelas obras do nosso estudo e o quadro epistemológico relativo ao discurso histórico. Assim, visámos avaliar como a intersecção entre as narrativas e o discurso histórico tem lugar no contexto pós-colonial, considerando como eixos as narrativas que conformam o nosso corpus e assim procurámos identificar pontos de convergência ou estratégias dissonantes entre os autores do nosso estudo. Para tal, procedemos à leitura crítica dos romances com base em emparelhamentos dos mesmos, suportados por critérios geracionais e de género, à qual se seguiu uma análise interpolada das quatro obras do nosso estudo. Tratou-se, no geral, de uma leitura comparada do corpus da tese que permitiu compreender as estratégias adoptadas pelos autores para o mapeamento da transculturalidade dos países simbolicamente caracterizados pelas narrativas. Uma vez analisadas as dissonâncias e as incidências discursivas existentes entre os discursos narrativos dos quatro autores pudemos concluir que, não obstante os mesmos tenham adoptado estratégias diferentes, todos eles manifestam a necessidade do resgate de textos da história silenciada, da restituição crítica das culturas locais, ao mesmo tempo que sublinham a amplitude do fenómeno inter/intra-cultural instigado, em grande parte, pela colonização. Como conclusão deste estudo destacamos o facto de que, apesar do fim dos impérios coloniais, não se diluiu ainda a necessidade da audição das histórias silenciadas pelo recontro colonial, sendo essa preocupação transversal a distintas gerações de escritores africanos, tais como aqueles cujas obras foram analisadas ao longo da nossa dissertação.
cworliotneriasl, isnmam. Oeulyr wThoirnkg fso Fcualsle Ad poanr ta (c1ri9t5ic8a)l, rbbeeyat dwtiheneeg n oN fiL gfioetuerirraa nntuo wrveer,l istH ewri srCtiothtreiynn u baany AdA cfhPrieocbsaetn-­‐, Nervous Conditions (1988), written by TsiTsi Dangarembga, from Zimbabwe, Lueji O Nascimento De Um Império (1990) by the Angolan writer Pepetela, and Half of a Yellow Sun (2004), written by the Nigerian writer Chimamanda Ngozi Adichie. Our aim was to analyse the way these authors, by rewriting History, reflect on the postcolonial cultural universe of their countries. Throughout our dissertation we also analysed how the reflection carried out by these authors articulated questions related with the representation of women’s voice inside the context of the critical reconstruction of local cultures. To achieve our aims we elected Post-­‐Colonial criticism as a theoretical apparatus having selected some of its concepts which we considered fundamental for our analysis. We conducted a critical discussion of these concepts, having the settings of the novels as focus and the epistemological context prevailing in the .study of History. In this way we analysed how the relation between Literature and History occurs in postcolonial context considering the narratives that constitute the corpus of our dissertation and thus identifying the confluences and also the differentiated strategies adopted by the authors in mapping their cultural environments. To undertake this analysis we paired the novels based on the generation the authors belong to and also gender criteria. Following that we presented a general overview on the relations and dissonances among all the novels. Our work constitutes a comparative reading that allowed us to understand the strategies used by the named writers to map the transcultural reality of their settings. We concluded that although they adopt different strategies, all of them proclaim the recovery of the historical texts silenced by colonialism, the critical reconstruction of cultural identity, as well as a critical approach to present inter and intra-­‐cultural issues strongly connected with colonisation, as crucial tasks inside a post-­‐colonial perspective. In our conclusion we underline the fact that, although colonial empires have formally ended, there is still the need to continue the process of recovery of the silenced narratives above mentioned as a fact that deserves a continuous attention, as we tried
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Modernidades Comparadas: Literaturas, Artes e Culturas
URIhttp://hdl.handle.net/1822/55021
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento
CEHUM - Teses de Doutoramento
ILCH - Teses de doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernanda Felisbela Manuel da Costa dos Santos Benedito.pdf2,76 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID