Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/53182

TitleAzulejaria Portuguesa e a Valorização do Património: Interpretação de Fontes Patrimoniais Iconográficas por Alunos do 1º e 2º Ciclo do Ensino Básico
Author(s)Nunes, Gisela
Solé, Maria Glória Parra Santos
KeywordsEducação Patrimonial
Consciência Patrimonial
Evidência Histórica
Fontes Iconográficas
Azulejos Portugueses
Heritage Education
Heritage Awareness
Historical Evidence
Iconographic Sources
Portuguese Til
Issue date2016
PublisherUniversidade de Santiago de Compostela. Red 14
CitationNunes, G. & Solé, G. (2016). Azulejaria portuguesa e a valorização do património: Interpretação de Fontes Patrimoniais Iconográficas por Alunos do 1º e 2º Ciclo do Ensino Básico. In Ramón López Facal (ed.), Livro de actas del VII Simpósio Internacional de Ciencias Sociales, educación y futuro. Investigaciones en Didática e las Ciencias Sociales. Santiago de Compostela: Red 14-Universidade de Santiago de Compostela, pp. 564-577.
Abstract(s)O presente estudo empírico enquadra-se na linha de investigação em cognição histórica e visa analisar as conceções de crianças sobre consciência história e patrimonial a partir do uso de fontes patrimoniais, com destaque para o património azulejar. A investigação, realizada em contexto de intervenção pedagógica supervisionada em duas escolas urbanas do Norte de Portugal (Escola do 1º Ciclo e Escola do 2º Ciclo) - implementada numa turma de 25 alunos do 3.º ano (8-9 anos) e numa de 25 alunos do 5º ano (10-11anos) - a par das preocupações pedagógicas, pretendeu dar resposta às seguintes questões de investigação: “Como interpretam os alunos a evidência nos painéis de azulejo?” e “Que valor atribuem ao azulejar no contexto do património local e nacional e que eventual relevância teve este projeto nessa valorização?”. Pretendeu-se sobretudo perceber: a) que inferências e deduções realizam os alunos quando interpretam fontes iconográficas, com enfoque em painéis de azulejo; b) que relações estabelecem entre a evidência produzida e os conhecimentos históricos que possuem; c) a consciência patrimonial no pensamento destes alunos; d) e se é possível desenvolver ou despertar essa consciência, com sucesso, nesta fase de escolaridade, confrontando as crianças com questões sobre preservação do património. Ao longo das intervenções pedagógicas programadas para a sua persecução, os alunos realizaram várias tarefas com aplicação de vários instrumentos para a recolha de dados: ficha de levantamento de conceções prévias, fichas de trabalho e de metacognição; atelier de trabalho; e visita de estudo a sítios/monumentos com painéis de azulejos em Braga. Este estudo permitiu concluir que o uso desta tipologia de fonte patrimonial (o azulejo) no ensino-aprendizagem de História contribui para a promoção de competências de literacia visual, para a construção de pensamento eminentemente histórico, como meio de aprendizagens significativas de conteúdos de História e de outras áreas como a Matemática e as Expressões Visuais, surgindo como instrumento didático e/ou tema transversal potenciador de um ensino interdisciplinar e abrangente, e de uma consciência histórica, patrimonial e cívica emergente.
This empirical study fits within the historical cognition researches and aims to analyze the children’s concepts about history and heritage awareness from the use of heritage sources, with emphasis on Portuguese tile’s patrimony. The research, carried out in a supervised pedagogical intervention context of urban schools from Northern Portugal - applied in a class of 25 third-grade students (8-9 years) and in another of 25 fifth-grade students (10-11 years) – intended, in addition to pedagogical concerns, to address the following research questions: "How do students understand the evidence in tile panels?" and "What value do they attribute to tiles in the local and national heritage context and what possible relevance had this project in that valorization?". Mainly, it proposed to realize: a) what inferences and deductions do students do when they interpret iconographic sources, focusing on tile panels; b) what connections do they make between the produced evidence and their historical knowledge; c) the heritage awareness in these students mind; d) and if it is possible to develop or awaken this awareness, successfully, at this stage of schooling, confronting children with questions about heritage preservation. Throughout the planned pedagogic interventions concerning this study, the students performed several tasks that included instruments for data collection: inquiries for analysis of previous conceptions; regular and metacognitive worksheets; workshops; and field trips to sites/monuments with tile panels in Braga. This study allowed to conclude that the use of this type of heritage source (the tile) in teaching and learning History contributes to a visual literacy skills promotion, and an highly historical thinking construction, as an approach for meaningful learnings of History contents and other areas such as Mathematics and Visual Expressions, appearing as a didactic instrument and/or cross-cutting issue that can develop an interdisciplinary and comprehensive education, and an emergent historical, heritage and civic awareness.
TypeconferencePaper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/53182
Publisher versionhttp://docs.wixstatic.com/ugd/79b507_b442e42c951f4ba68cd44babe07b03ee.pdf
Peer-Reviewedyes
AccessopenAccess
Appears in Collections:CIEd - Textos em volumes de atas de encontros científicos nacionais e internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gisela Nunes & Glória Solé- Simposio CS- Libro_Actas.pdf1,46 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis