Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/52435

TitleEfeito Correio da Manhã: mudança em curso no jornalismo português?
Other titlesThe CM effect: ongoing changes in portuguese journalism?
Author(s)Peixoto, João Pedro Gonçalves Mendes
Advisor(s)Pinto, Manuel
KeywordsJornalismo
Sensacionalismo
Correio da Manhã
CMTV
Journalism
Sensationalism
Issue date2017
Abstract(s)Lágrimas atrás de lágrimas. Gritos e choro até dizer chega. Atualizações em funerais e polémicas dia sim, dia sim. Qualquer cidadão português minimamente atento ao panorama informativo do nosso país pode-rá identificar estas características sensacionalistas que enumerei como sendo aquilo que provavelmente melhor define a CMTV, canal que apareceu como a extensão televisiva do jornal Correio da Manhã. Mas as audiências não mentem e esse canal tem dominado a televisão por cabo, conseguindo melhores resultados que outros canais do género como RTP3, TVI 24, SIC Notícias ou Porto Canal. Concluí-mos que as pessoas algumas pessoas criticam, algumas pessoas reclamam, mas, por cada voz crítica, pare-ce haver uma de apoio, alguém que defende o produto que a CMTV oferece. Num mundo onde já é normal nunca se agradar a gregos e a troianos, a CMTV (e até o próprio Cor-reio da Manhã) surge como um expoente máximo da contrariedade. Mas porque é que isso acontece? O que faz a CMTV ser apelidada de “patinho feio” do jornalismo português e, ainda assim, um fenómeno de popula-ridade? É esse o objetivo deste relatório, tentar perceber o que é este fenómeno, se veio para ficar e se já está a deixar a sua marca na identidade informativa de Portugal.
Tears after tears. People screaming and crying until you have to say enough. Updates at funerals and controversial situations every other day. Any portuguese citizen minimally aware of the information landscape of our country can identify these sensationalist characteristics I listed as, probably, what best defines the CMTV channel, the television extension of the newspaper Correio da Manhã. But audiences don’t lie and this channel has dominated cable television, achieving better results than other channels as RTP3, TVI 24, SIC Notícias or Porto Canal. We conclude that some people criticize, some people complain but, for every critical voice, seems to be a supporter somewhere, someone who defends the product that CMTV offers. In a world where it’s impossible to please greeks and trojans, CMTV (and even Correio da Manhã) ap-pears as a maximum exponent of predicament. But why does this happen? What is that makes CMTV be dubbed the "ugly duckling" of portuguese journalism and, at the same time, a popularity phenomenon? That is the purpose of this report, try to understand what this phenomenon is, if it’s here to stay and if is already leaving it’s mark on the information's identity of Portugal.
TypeMaster thesis
DescriptionRelatório de estágio de mestrado em Ciências da Comunicação (área de especialização em Informação e Jornalismo)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/52435
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
CECS - Dissertações de mestrado / Master dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
João Pedro Gonçalves Mendes Peixoto.pdf5,61 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID