Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/48704

TítuloAbstracção e Realidade: Relações dinâmicas no espaço moderno
Autor(es)Castro, Nuno Maria Pinto da Cruz Sampaio e
Orientador(es)Machado, Carlos
Riso, Vincenzo
Data27-Mar-2017
Resumo(s)A presente dissertação é sobre a relação entre Ideia e Forma no Contexto da Vanguarda artística e arquitetónica do início do século XX, entre certa de 1915 e o início da década de trinta. Em estado puro, podemos entender por “ideia” o conjunto de decisões apriorísticas tomadas, que não pertencem ao domínio do formal. Entendendo o processo de conceção desta maneira, o produto acabado deverá apresentar-se como o resultado dessas decisões; deverá ser o seu reflexo. Pelo contrário, a “forma” pode ser o resultado de uma investigação conduzida no interior dos seus elementos constituintes. Neste caso, a receção do produto terá que ter reflexo no modo como é apreendida a coesão formal do objeto, enquanto tal. O estudo da relação entre ideia e forma surge da indagação em torno da possibilidade da existência de diferentes graus de autonomia ou interdependência entre estas duas categorias constituintes da obra. A partir desta leitura – efetuada através de um paralelismo entre arte e arquitetura – é indagado o processo a partir do qual os diversos níveis e modos em que opera a abstração conduziu a diferentes interpretações do que é a realidade, e quais as condições em a arquitetura a entendeu e pôde transformar no momento seminal da Modernidade Arquitetónica.
The current thesis focuses on the relationship between Idea and Form at the forefront of arts and architecture at the beginning of the XXth century (from ca 1915 to the early 1930s). On its essence, one considers Idea the group of decisions taken a priori, that have not been formally established. In this way, the final work will be the ultimate result from those decisions. Form, on the other hand, may result from a research process undertaken within its elements. In this case, the acceptance of the final work must take into consideration, in the way it is perceived, the formal cohesion of the object, as such. The study of the relationship between idea and form arises when considering the possibility of the existence of various degrees of autonomy, or interdependency, between these two components of the work. From this reading - carried out through a parallelism between art and architecture - the process from which the different levels and modes in which abstraction operates led to different interpretations of what reality is, and which conditions in architecture understood it and could transform it, in this seminal moment of Architectural Modernity.
TipodoctoralThesis
URIhttp://hdl.handle.net/1822/48704
AcessorestrictedAccess
Aparece nas coleções:BUM - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Nuno Maria Pinto da Cruz Sampaio e Castro.pdf10,83 MBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis