Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/43280

TitleUso de viscosidade turbulenta constante na predição numérica do assoreamento numa armadilha
Author(s)Venâncio, Stênio
Pinho, José L. S.
Vieira, J. M. Pereira
Anjo, Luiz Fernando Resende dos Santos
KeywordsArmadilha de sedimentos
Assoreamento
Simulação numérica
Issue dateNov-2015
CitationVenâncio S., Pinho J. L. S., Vieira J. M. P., Anjo L. USO DE VISCOSIDADE TURBULENTA CONSTANTE NA PREDIÇÃO NUMÉRICA DO ASSOREAMENTO NUMA ARMADILHA, 12º SILUSBA, pp. 1-10, 2015
Abstract(s)A capacidade de predizer taxas de sedimentação e sua distribuição não uniforme em ri os e reservatorios é tarefa não trivial, sendo importante tanto na fase de concepçã o de estudos e projetos como para a gestão ambiental sustentável destes sistemas. A associação de ferramenta computacional para o estudo do transporte sedimentar re presenta um ganho de tempo, e também monetário, permitindo diagnosticar e prognosticar cenários, antecipando medidas de intervenção programadas. Considerando a aplicação intensiva da dinâmica de fluidos computacional nos estudos morfodinâmicos em sistemas reais , com o uso do conceito de água s pouco profundas, este trabalho avalia numericamente o assoreamento inicial em uma armadilha de sedimentos construída em laboratorio, com a utilização de vi scosidade turbulenta constante. Emprega o código Delft3D, desenvolvido pela WL - Delft Hydraulics, i nstituto de pesquisa da Holanda . O modelo hidráulico tem como base as equações de Navier - Stockes, permitindo análises em duas ou três dimensões por incorporar modelos de turbulência . O módulo de transporte de sedimentos tem como base a equação de advecção - difusão, além de contar com as equações semi - empíricas consagradas na literatura. O escoamento hidrodinâmico simulado f oi calibrado para as velocidade s de água medida s em regiões específicas da armadilha, com o uso de velocimetria a laser. A simulação do assoreamento foi iniciada a partir da calibração hidrodinâmica, configurada para os dados conhecidos do sedimento utilizado . Os resultados obtidos apresentaram boa concordância entre o assoreamento medido e simulado de c urto período. A extensão do período simulado apontou para uma divergência entre os padrões de deposição
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/43280
Publisher versionhttp://www.evolvedoc.com.br/silusba/detalhes-2029_uso-de-viscosidade-turbulenta-constante-na-predicao-numerica-do-assoreamento-numa-armadilha
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:C-TAC - Comunicações a Conferências Internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2416-PAP019946.pdf702,75 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID