Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/42796

TitleUso de marcadores fenotípicos e bioquímicos para caracterização de isolados de Aspergillus seção Flavi
Author(s)Couto, F. A.
Santos, C.
Dias, E. S.
Lima, Nelson
Batista, L. R.
KeywordsMALDI-TOF
Identificação de fungos
Morfologia de fungos
Issue date2015
PublisherEditora INPA
Abstract(s)Os fungos do gênero Aspergillus seção Flavi representam uma das seções mais importantes do gênero e apresentam elevada variabilidade morfológica e bioquímica. Com o advento da abordagem polifásica, sua taxonomia tem sido constantemente revisada. O presente trabalho teve como objetivo utilizar diferentes metodologias para verificar o poder discriminatório dos métodos morfológico, bioquímico, molecular e de espectrometria de massas de isolados de Aspergillus seção Flavi. Trinta e um isolados foram analisados pelos métodos macro e micromorfológicos, potencial micotoxigênico, sequências parciais do gene da calmodulina e espectros de massas pela técnica de MALDI-TOF MS. Os dendrogramas foram gerados e os resultados foram comparados. Foi possível identificar pelo método morfológico 100% dos isolados dos quais 90,6% foram produtores de micotoxinas. Os resultados do MALDI-TOF MS apresentaram elevado poder discriminatório. Contudo, através da base de dados utilizada (SARAMISTM), não foi possível a identificação de todos os isolados por MALDI-TOF MS. Os dados da biologia molecular confirmaram todos os resultados obtidos pela caracterização morfológica. A integração dos diferentes métodos de identificação fúngica é fundamental para obter uma caracterização taxonômica eficiente, conduzindo a uma utilização segura desses fungos em processos biotecnológicos.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/42796
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CEB - Artigos em Livros de Atas / Papers in Proceedings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015 Uso de marcadores fenotípicos e bioquímicos.pdf414,73 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID