Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/40441

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorPazos Justo, Carlospor
dc.date.accessioned2016-02-18T15:06:26Z-
dc.date.available2016-02-18T15:06:26Z-
dc.date.issued2015-11-
dc.identifier.isbn978 -989 -755-178-9por
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1822/40441-
dc.description.abstractO objetivo deste trabalho é problematizar o estado da questão assim como o conhecimento construído à volta dos membros do Grupo do Orpheu. Depois de explicitar estes dois conceitos e argumentar a sua relevância no âmbito dos estudos literários, lanço algumas ideias para o entendimento do (re)conhecimento do Orpheu, de Fernando Pessoa nomeadamente. Por último, anoto as linhas de força a respeito do entendimento da produção guisadiana, em Portugal e na Galiza.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade do Minho. Centro de Estudos Humanísticos (CEHUM)por
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectGrupo do Orpheupor
dc.subjectConhecimento construídopor
dc.subjectAlfredo Guisadopor
dc.subjectEstado da questãopor
dc.titleO (re)conhecimento dos membros do Orpheu – o caso de Alfredo Guisadopor
dc.typeconferencePaperpor
oaire.citationStartPage255por
oaire.citationEndPage264por
oaire.citationIssuepor
oaire.citationTitleXVI COLÓQUIO DE OUTONO: CONFLITO E TRAUMApor
dc.subject.fosHumanidades::Línguas e Literaturaspor
sdum.conferencePublicationXVI COLÓQUIO DE OUTONO: CONFLITO E TRAUMApor
Appears in Collections:CEHUM - Artigos em livros de atas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CPAZOS Reconhecimento do Orpheu.pdfcapítulo253,25 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID