Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/39368

TitleEstudo da influência cultural no Design de Calçado
Other titlesStudy of cultural influence in the shoe Design
Author(s)Coelho, Marine Gil
Advisor(s)Vasconcelos, Rosa
KeywordsCultura
Calçado
Hofstede
Culture
Shoe
Issue date2015
Abstract(s)Geert Hofstede, ao longo da sua pesquisa, identificou seis dimensões culturais que aparecem com maior ou menor frequência numa sociedade e concedeu a estas os parâmetros que vão do 0 ao 112: indulgente e restritivo, individualismo e coletivismo, masculinidade e feminilidade, orientação a longo prazo e orientação a curto prazo, aversão à incerteza e distância do poder. Apesar de utilizar o ambiente de trabalho de uma multinacional, ao longo das décadas, o modelo cultural de Hofstede mostrou-se eficiente nas avaliações de diferentes áreas. Contudo, na área do design de calçados não foram identificados estudos que validem este modelo cultural. Portanto, fez-se o necessário estudo do modelo cultural de Hofstede aplicando ao design de calçados. Em primeiro lugar, efetuou-se uma revisão bibliográfica sobre os conceitos de cultura, calçados e o estudo da cultura por Hofstede. Posteriormente, foi efetuado um trabalho experimental que envolveu a pesquisa de dados da indústria do calçado dos países avaliados por Hofstede e a análise estatística de correlação com as respectivas dimensões culturais, para identificar alguma relação explicativa. Em virtude de não ter sido possível identificar relações muito significativas e conclusivas resolveu-se dar continuidade ao estudo, com o foco nas relações entre os elementos estéticos do design de calçados e o modelo cultural de Hofstede, a fim de verificar a existência de relações explicativas entre ambos. Para avaliar o design dos calçados foi concebida uma ferramenta de avaliação do design de calçados, que inclui os parâmetros: formato, cor, superfície, estilo e material. Neste processo, também foram levantadas algumas hipóteses com base nos conceitos mencionados sobre Hofstede e a aparência estética do calçado, sendo respondidas ao longo do desenvolvimento do trabalho empírico. Através utilização da ferramenta de avaliação, foi possível concluir que o modelo cultural de Hofstede embora apresente algumas relações com os aspetos estéticos do design de calçados dos países selecionados, não é totalmente explicativo. Portanto, não foi possível validar o modelo cultural de Hofstede na área do design de calçados através deste projeto.
Geert Hofstede, during his research, identified six cultural dimensions that appear more or less frequency in a society and gave to these parameters a range from 0-112: indulgent and restrictive, individualism and collectivism, masculinity and femininity, long term orientation and short-term orientation, uncertainty avoidance and power distance. Despite using the work in the environment of a multinational, through the decades, the cultural model of Hofstede proved to be effective in evaluations of different areas. However, in shoe design there were not identified studies that validate this cultural model. Therefore, there was the need to study the cultural model of Hofstede applying it to shoe design. Initially, it performed a literature review on the concepts of culture, the study of culture by Hofstede, footwear and semiotic. Posteriorly, it was developed an experimental work involving the data search of the footwear industry of countries evaluated by Hofstede and statistical analysis of correlation with their cultural dimensions to identify some explanatory relationship. Because it was not possible to identify significant relations, it was decided to continue the study with a focus on the relations between the aesthetic elements shoe design and the cultural model of Hofstede in order to check for explanatory relations between them. To evaluate the shoe design, it was conceived an evaluation tool of the shoe design that includes the parameters: shape, color, surface, style and material. In this process, it was also indicated some hypotheses based on the concepts mentioned about Hofstede and the aesthetic appearance of the shoe, being answered during the development of the empirical work. Through the use of the evaluation tool, it was concluded that the cultural model of Hofstede is not completely explanatory, although there are some relations with the aesthetic aspects shoe design of the selected countries. Therefore, through this project it was not possible validate the cultural model of Hofstede in shoe design.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Design e Marketing
URIhttp://hdl.handle.net/1822/39368
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Marine Gil Coelho_pg22856-2_2015.pdf3,31 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID