Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/1822/3442

TítuloOs caminhos de descoberta do passado: a via romana (Via Nova) entre Bracara e Asturica
AutorCosta, José Manuel Ferreira de Lima e
OrientadorLemos, Francisco Manuel Salgueiro Sande
Data2003
ResumoNo presente estudo abordamos a importância do Turismo na recuperação da memória territorial e procuramos demonstrar que este sector, atendendo ao seu peso económico e político, poderá desempenhar um papel de aliado do património cultural, desde que se invista alguma da riqueza gerada por esta actividade económica na sua conservação. A cultura e os bens culturais constituem um dos fundamentos das novas atracções turísticas, podendo esta actividade proporcionar uma maior proximidade das pessoas ao património. O Turismo pode, ainda, despoletar um espírito de protecção, reabilitação e uso do património, fomentando igualmente a revitalização de práticas tradicionais, incrementando uma “economia do património” através dos fluxos financeiros gerados pela actividade, para além da criação de emprego que está implícita. Nesta linha de pensamento julgamos que a Geira, dada a riqueza dos seus vestígios arqueológicos e consequente importância histórica, faculta, de uma forma excepcional, a recuperação das visibilidades do passado através dos tempos que cristalizou. A metodologia de estudo que adoptamos, no Capitulo I, baseou-se na leitura de inúmeras fontes escritas e epigráficas relativas à rede viária romana e ao caso específico da Via XVIII do Itinerário de Antonino. As inúmeras visitas realizadas a locais distintos, à margem da Geira, bem como o levantamento in loco levado a cabo, do percurso desta estrada entre Santa Cruz e Banhos de Rio Caldo, foi deveras enriquecedor e motivador para o prosseguimento do trabalho. Subsequentemente, no Capitulo II, a nossa investigação dá particular importância à contextualização da Via Nova, debatendo as fontes por nós utilizadas e mais tradicionais para o estudo da rede viária romana. Analisámos o desenvolvimento deste sistema viário, abarcando a importância do cursus publicus e a construção de obras de arte que estavam inerentes a estes caminhos, onde se destacam as obras de engenharia, as pontes e os miliários que balizavam esses mesmos caminhos. Na cronologia e povoamento da rede viária, não poderemos deixar de citar as cidades de Bracara Augusta e Asturica Augusta como pontos de partida e chegada, de uma via que é objecto de estudo na segunda parte deste capítulo. Começamos, então, por enquadrar o desenvolvimento deste tema, com uma alusão aos historiadores e investigadores que se dedicaram desde o século XVIII ao estudo da Geira, a todos os projectos que ao longo dos tempos tiveram como principal meta a sua divulgação, à importância que o Conselho da Europa teve na promoção dos Itinerários Culturais e os inúmeros projectos de valorização da rede viária romana em curso. Também, os instrumentos de planeamento e ordenamento turístico e actuais medidas legais de protecção deste património, a nível regional e local, foram analisadas tendo em conta a área e os concelhos que são atravessados pela via. A finalizar este capítulo segundo, não poderíamos deixar de reflectir sobre a importância que Braga e Astorga detêm como pólos de atracção turística de potenciais visitantes. Os conhecimentos académicos e profissionais, adquiridos ao longo da nossa formação e vivência no sector do Turismo, permitiram definir uma estratégia de valorização da Via Nova no Capitulo III, transformando-a num produto com uma dimensão devidamente adequada para ser promovido e vendido junto dos mercados-alvo. Nesse capítulo, começamos por enunciar a apresentação do produto abordando questões específicas e técnicas do sistema turístico, o aparecimento e desenvolvimento do fenómeno turístico, a oferta, os recursos, a procura, as necessidades e motivações dos consumidores e todos os contornos e elementos que fazem parte deste sistema. As perspectivas e tendências a nível mundial, europeu e nacional do sector, apontam para o crescimento de nichos de mercado ligados aos bens culturais, à aventura e ecologia daí, o propósito da alusão específica à temática do Turismo Cultural como segmento a explorar. Apresentamos, igualmente, nesta parte do trabalho, os objectivos gerais, específicos e áreas de intervenção, descriminando todos os suportes a serem criados para a divulgar e promover este produto. O Percurso Pedestre de Grande Rota Transnacional e a revitalização da via como Caminho de Santiago, é uma das grandes propostas que aqui se incluem. A engenharia de um produto deste tipo envolve a abordagem de questões ligadas ao Marketing, onde se incluem os destinatários deste projecto, conceitos relacionados com o Marketing Mix, a Análise SWOT como pilar fundamental do arranque do Plano de Marketing, os mercados alvo, alguns programas tipo que poderão ser implementados, meios de promoção a serem adoptados, os resultados esperados e sua avaliação, bem como o desenvolvimento, distribuição e comercialização deste produto.
The present study, we approach the importance of Tourism in recovering the territorial memory and we try to demonstrate that this sector, due to its political and economic weight, should play an allied role in the cultural patrimony, once we invest some wealth created by this economic activity in its conservation. Culture, as well as the cultural goods, constitutes one of the grounds of the new touristy attractions allowing a major proximity of people and of the patrimony. Yet, Tourism can defuse a spirit of protection. rehabilitation and use of patrimony, stimulating equally, the revitalization of traditional practices, by incrementing an “Economy of the Patrimony“ through the financial fluxes originated by the activity itself, besides the implicit creation of employment. Following this kind of thought, we think that “Geira”, according to the wealth of its archaeological vestiges and consequent historical importance, allows, exceptionally, the recovering of the past visibilities through the times that were crystallized. The methodology of study we have adopted in chapter I, was based on the reading numberless written and epigraphic sources related to the Roman path and to the specific case of the XVIII path of the Antonino Itinerary. The numberless of visits made in different places, laying aside the “Geira“, as well as the study in loco of the walking path course of this road, between Santa Cruz and Banhos de Rio Caldo made by us, was really enriching and motivating for the continuation of this job. Subsequently, in chapter II, our investigation gives particular importance to the contextualization of Via Nova, discussing the sources used by us and more traditional for the study of the Roman path. We have analysed the development of this “viária” system, without forgetting the importance of the cursus publicus and the construction of works of art which were inherent to these paths and where we can point out the engineering works, such as: bridges and the milliards that would limit those same paths. In the chronology and settlement of the net “viária”, we couldn’t help coting the cities of Bracara Augusta and Asturica Augusta as points of departure and arrival of a Via, which is object of study in the second part of this chapter. We start then by delimiting the development of this theme with an allusion to the historian and searchers who have dedicated themselves, since XVIII, to the study of “Geira” and to all the projects that, through times, had as main goal , its divulgation, the importance that the Council of Europe had upon the promotion of the European Cultural Itineraries, and upon the numberless projects of valorisation of the roman net via that increased though all Europe. Also the instruments of touristy planning and ordering and the actual legal measures of protection of this patrimony, either regionally or locally, were by us studied and analysed, having in account the region and the councils which are crossed by the via. Almost finishing this chapter, we couldn’t help reflecting upon the importance of Braga and Astorga have as poles of touristy attraction for many visitors to this resource. The academic and professional knowledge acquired during our lively formation in the tourism area, allowed defining a value strategy of “Via Nova” in chapter III, transforming it in a product with an duly adequate dimension, in order to be promoted and sold at the target-markets. We have started by mentioning the presentation of this product by focusing specific and technical questions related to the touristy system, as well as the appearance and development of the touristy phenomena, the offer, the resources, the search, the needs and motivations of the consumers and all circuits and elements making part of such system. The perspectives and trends at a worldwide level, national and European of this sector are pointing out towards the growth of “nitchs market” connected to the cultural goods, to the adventure and ecology, hence the on purpose specific allusion to the thematic of the cultural tourism as a segment to be explored. We equally point out, in this part of the job, the general and specific aims and areas of intervention, discriminating all the supports to be raised for the divulgation and promotion of this product. The pedestrian walkway of the Great Transnational “Route” and the revitalisation of the Via as a way to Santiago, it is one of the great proposals, here included. The engineering of such a product involves a large approach of questions linked to marketing, and in which are included the aimed people of this project, concepts related to Marketing Mix, the Swot analysis as a fundamental column for the beginning of the marketing plan, the target markets, some programs that might be set up, means of promotion to be adopted, the expected results and their evaluation, development, distribution and commercialisation of this product as well.
TipomasterThesis
DescriçãoDissertação de Mestrado em Património e Turismo.
URIhttp://hdl.handle.net/1822/3442
AcessoopenAccess
Aparece nas coleções:BUM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Anexo.pdf11,47 MBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!
TESE.pdf1,15 MBAdobe PDFVer/Abrir  Solicitar cópia ao autor!

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu Currículo DeGóis