Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/33296

TitleJogar é pensar - Behind Media. [Porque são os videojogos bons a ensinar]
Author(s)Zagalo, Nelson
Issue date2014
CitationNelson Zagalo. Jogar é pensar - Behind Media. Porque são os videojogos bons a ensinar. IGN Portugal, 15/10/2014, 1-1.
Abstract(s)Roger Schank define a atividade do pensar humano como a arte de prever o futuro. Ou seja, a capacidade que nós temos para dar resposta a um problema do qual desconhecemos a solução. Por exemplo se nos perguntarem “quantas pessoas cabem num campo de futebol em média”, se respondermos de imediato é porque sabemos a resposta, e não temos de pensar. Mas para poder prever quantas pessoas cabem no campo, teremos de criar um modelo mental das variáveis do problema, ou seja “generalizar” e verificar que se trata de um problema de áreas. Por conseguinte, e tendo acesso aos valores das áreas que ocupam uma pessoa média e a área do campo de futebol, teremos de “explicitar” como produzimos a resposta, ou seja encontrar um modelo de relação (neste caso poderá ser dividir a área do campo pela área que ocupa cada pessoa) que nos permita calcular o que se pretende. Deste modo, e por via do pensar, chegamos ao número de pessoas que poderão caber dentro de um campo de futebol.
TypeContribution to periodical
URIhttp://hdl.handle.net/1822/33296
Peer-Reviewedno
AccessOpen access
Appears in Collections:CECS - Publicações pedagógicas / Pedagogical publications

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
pt.ign.com-Jogar__pensar__Behind_Media.pdf165,49 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID