Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/32585

TitlePercepções dos enfermeiros/as das consultas de planeamento familiar e saúde materna sobre as diferenças de género em educação para a saúde sexual e reprodutiva
Author(s)Nogueira, Paula Cristina Freitas Barbosa
Vilaça, Teresa
KeywordsConsultas de planeamento familiar e saúde materna
Percepções enfermeiros
Saúde sexual e reprodutiva
Utentes
Género
Issue dateSep-2009
PublisherUniversidade do Minho. Centro de Investigação em Educação (CIEd)
Abstract(s)O Plano Nacional de Saúde Português atribui especial importância aos profissionais de saúde na educação permanente dos/as utentes, e destaca orientações estratégicas para garantir que será dada continuidade ao reforço das garantias em saúde sexual e reprodutiva (SSR) e asseguradas as condições de exercício da autodeterminação sexual de mulheres e homens, assente num processo educativo integrado e na progressiva adequação dos serviços de saúde. O programa de SSR destinado aos/às profissionais de saúde, também reforça a importância da educação no âmbito da consulta de planeamento familiar (PF) e saúde materna (SM). Neste sentido, esta investigação analisou as diferenças de género: na percepção dos/as enfermeiros/as das consultas de PF e SM sobre a sensibilidade ao género na sua formação e prática profissional e nas atitudes, valores e comportamentos dos/as utentes face ao PF, à vida em família e às práticas dos/as utentes e enfermeiros/as nas consultas de PF e SM. Com essa intenção, aplicou-se uma entrevista semi-estruturada a uma amostra propositada de enfermeiros/as (n=6), de um Centro de Saúde. Para a maior parte dos/as entrevistados/as a SSR, principalmente a masculina, foi pouco trabalhada no Curso de Enfermagem e uma parte deles/as sente-se melhor preparado para trabalhar na SSR da mulher. Os/as enfermeiros/as, também tinham a percepção que para os/as utentes não é indiferente o sexo do/da enfermeiro/a nas consultas de PF e SM. Destes resultados, emerge a necessidade de incluir a perspectiva de género nas consultas de PF e SM, bem como, nos conteúdos do Curso de Enfermagem e na formação em serviço.
TypeConference paper
URIhttp://hdl.handle.net/1822/32585
ISBN978-972-8746-71-1
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEd - Textos em volumes de atas de encontros científicos nacionais e internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nogueira & Vilaça(2009)_2122-2138.pdfDocumento principal380,64 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID