Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/32582

TitleInteração terapêutica em momentos de ambivalência: um estudo exploratório comparativo de um caso de sucesso e de um caso de insucesso em terapia narrativa
Other titlesTherapeutic interaction in moments of ambivalence: an comparative exploratory case study of a good and poor outcome case in narrative therapy
Author(s)Coelho, Poliane Teixeira
Advisor(s)Gonçalves, Miguel M.
KeywordsAmbivalência
Momentos de inovação
Mudança narrativa
Colaboração terapêutica
Ambivalence
Innovative moments
Narrative change
Therapeutic collaboration
Issue date2014
Abstract(s)A terapia narrativa sugere que a mudança em psicoterapia ocorre quando os clientes mudam as suas auto-narrativas, que no começo da terapia se encontram dominadas pelo problema. Partindo desta perspetiva, através da emergência e expansão de exceções - momentos de inovação (MIs), as auto-narrativas problemáticas são transformadas. A emergência dessas exceções constitui um desafio visto que desestabiliza a auto-narrativa dominante. Essa potencial ameaça pode levar o cliente a minimizar ou atenuar os significados associados aos MIs. Neste sentido, imediatamente após a emergência de MIs, o cliente retorna à narrativa problemática, ocorrendo assim, a ambivalência. Com recurso ao Sistema de Codificação da Colaboração Terapêutica, o presente estudo exploratório pretende analisar a interação entre o terapeuta e o cliente durante momentos de ambivalência, num caso de sucesso e num caso de insucesso psicoterapêutico de terapia narrativa. Os resultados sugerem que o terapeuta tende a oscilar entre intervenções que procuram compreender a auto-narrativa do cliente e intervenções que a desafiam, em ambos os casos, não se verificando um claro predomínio de nenhuma das intervenções. Quanto à resposta do cliente, no caso de sucesso, o cliente tende a validar a intervenção terapêutica, não só a aceitando, mas expandindo-a revendo a sua auto-narrativa, ao passo que no caso de insucesso, ainda que o cliente também valide a intervenção, fá-lo de um modo minimal, sem rever a sua auto-narrativa.
Narrative therapy suggests that change in psychotherapy occurs when clients change their narratives, dominated by problems. From this narrative perspective, change in psychotherapy occurs through the emergence and expansion of exceptions to the problematic self-narratives – innovative moments (MIs). The emergence of MIs is a challenge and destabilizes the problematic self-narrative. This threat may evoke a defensive reaction, in which the client minimizes or attenuates its meaning. In this sense, clients often return to problematic self-narrative, immediately after the occurrence of IMs, expressing ambivalence. This exploratory study aims to describe the therapeutic interaction in these moments of ambivalence, in a good outcome case and in a poor outcome case of narrative therapy, using the Therapeutic Collaboration Coding System. Results suggest that therapist tends to support and challenge client´s self-narrative (in similar proportions) in moments of ambivalence in both the good and the poor outcome cases. In what concerns the response of the client, in the good outcome case, the client tends not only to validate the therapeutic intervention, but also expand it by revising their self-narrative, whereas and in the poor outcome case, the client only minimally validates the interventions, not expanding them nor revising their selfnarratives.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia
URIhttp://hdl.handle.net/1822/32582
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado
CIPsi - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Poliane Teixeira Coelho.pdf
  Restricted access
1,88 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID