Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/32577

TitleNarrativas de vinculação, desenvolvimento e psicopatologia em crianças institucionalizadas e em risco na comunidade
Other titlesAttachment narratives, development, and psychopathology in institutionalized children and in children at risk in the community
Author(s)Xavier, Carla Sofia Ravazzini
Advisor(s)Soares, Isabel
Batista, Joana
KeywordsNarrativas de vinculação
Institucionalização
Psicopatologia
Attachment narratives
Institutionalization
Psychopathology
Issue date2014
Abstract(s)O presente estudo explora as relações entre desenvolvimento, psicopatologia e a representação da vinculação, através de uma tarefa de completamento de histórias designada Attachment Story Completion Task (ASCT) que foi aplicada a 23 crianças institucionalizadas (14 meninos), e a 23 crianças em risco na comunidade (10 meninos). Não foram encontradas diferenças significativas entre os dois grupos, t (42) = -.50, p =.62, ao nível da segurança das narrativas de vinculação, nem quando examinados os comportamentos de internalização, t (44) = -.51, p =.62 e comportamentos de externalização, t (44) =.57, p =.58. Diferenças significativas encontradas entre grupos ao nível do quociente de desenvolvimento global, t (44) = -3.61, p =.001, com o grupo institucionalizado a exibir maior compromisso, por comparação com o grupo da comunidade. Este resultado corrobora o vasto conhecimento empírico sobre os efeitos da institucionalização e da sua natureza perturbadora em múltiplas dimensões do desenvolvimento (Zeanah et al., 2005; Lee et al., 2011).
The present study examines the relations between development, psychopathology and the quality of attachment representation measured by a story completion task called the Attachment Story Completion Task (ASCT) which has administered to 23 institutionalized children (14 boys) and to 23 children at risk in the community (10 boys). No significant differences were found between two groups, t (42) = -.50, p = .62, regarding the quality of attachment representation neither when analyzed internalizing behaviors, t (44) = -.51, p = .62 or externalizing behaviors, t (44) =.57, p =.58. Significant differences were found with regard to the quotient of global development, t (44) = -.3.61, p = .001, with the institutionalized group displaying more commitment as compared to community group. This result supports previous research towards the compromise on development due the disturbing experience of institutionalization (Zeanah et al., 2005; Lee et al., 2011).
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Clínica e da Saúde)
URIhttp://hdl.handle.net/1822/32577
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado Integrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese Outubro 2014.pdf742,47 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID