Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/32392

TitleRepresentações sobre criatividade: diferenças entre docentes portugueses do ensino básico e secundário
Other titlesRepresentations of Creativity: Differences between Portuguese Teachers of Elementary and Secondary Education
Author(s)Monteiro, Ana Sofia
Morais, Maria de Fátima
Braga, Ana Cristina
Nakano, Tatiana
KeywordsCriatividade
Professores
Género
Níveis de ensino
Curriculo
Creativity
Teachers
Gender
Teaching levels
Curriculum
Issue date2013
PublisherUniversidade Federal do Amazonas
JournalAmazônica - Revista de Psicopedagogia, Psicologia Escolar e Educação
Abstract(s)O contexto escolar surge como um espaço privilegiado para promoção da criatividade. Nele, os professores, responsáveis pela transmissão de conhecimento e pela promoção de competências, assumem um papel essencial, sendo o que pensam sobre criatividade um aspecto importante para uma intervenção eficaz. Este trabalho analisa diferenças nas representações de professores sobre o conceito de criatividade e sobre a presença desta no cotidiano educativo. Tais representações são analisadas em função do género, idade, área curricular e ciclos de ensino dos participantes. Um total de 576 professores portugueses de ambos os géneros, com idades compreendidas entre os 20 e 60 anos, provenientes dos 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário das áreas de Ciências, Humanidades e Artes fizeram parte da amostra. Usou-se um questionário com formato likert de resposta, encontrando-se diferenças estatisticamente significativas em todas as variáveis, tomando diferentes itens. São ainda discutidas implicações dos resultados na formação de professores
The school emerges as a privileged context for stimulating creativity. Teachers play an essential role, being responsible for the transmission of knowledge and the promotion of skills. So, what they think about creativity is an important aspect for effective intervention. This paper analyzes differences in teachers' representations about the concept of creativity and about the presence of it within the educational routine. Such representations are analyzed by gender, age, subject area and teaching cycles of participants. A total of 576 Portuguese teachers of both genders, aged between 20 and 60 years, from the 2nd and 3rd cycles of basic and secondary education in the domains of Science, Humanities and Arts, constituted the sample. It was used a questionnaire with Likert response format. Statistically significant differences in all variables, taking different items, were founded. The paper also discusses implications of the results in teacher education
TypeArticle
URIhttp://hdl.handle.net/1822/32392
ISSN1983-3415
2358-1441
Publisher versionhttp://dialnet.unirioja.es/servlet/listaarticulos?tipoDeBusqueda=VOLUMEN&revistaDeBusqueda=18474&claveDeBusqueda=11
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEd - Artigos em revistas científicas internacionais com arbitragem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Revista AMAzonica.pdfPerceções de criatividade em professores442,5 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID