Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1822/30523

TitleA cultura organizacional na “consolidação” da mudança nas organizações de saúde
Author(s)Novais, Sofia Alexandra Jacinto de
Advisor(s)Leite, Regina Maria de Oliveira
KeywordsCultura organizacional
Mudança organizacional
Fusão de culturas
Organizational culture
Organizational change
Fusion of cultures
Issue date2013
Abstract(s)Uma mudança organizacional como a fusão é um processo de mudança difícil, já que abrange a maioria dos sectores organizacionais. Destaca-se a sua influência nos recursos humanos e nas perspetivas culturais, já que esta é interessante para quem a faz e ameaçadora para aqueles a quem a mudança é feita. A cultura organizacional é entendida como a personalidade de uma organização e a união de duas culturas organizacionais distintas pode ter um papel determinante no sucesso ou insucesso da mudança. Com este trabalho pretendemos analisar, os tipos de cultura de duas organizações de saúde antes do seu processo de fusão assim como os elementos que facilitaram e dificultaram o processo. Identificaram-se os líderes no decorrer da mudança e verificou-se em que medida a nova cultura resultante da fusão promoveu a consolidação desta mudança. Para isso realizouse uma pesquisa qualitativa em que a população alvo pertencia a um laboratório de análises clínicas. A recolha dos dados realizou-se com recurso a entrevistas, orientadas por um Guião de Entrevistas elaborado com base na literatura, sendo posteriormente analisadas através da interpretação das respostas dadas pelos entrevistados. Este trabalho permitiu concluir que por um lado a tipologia da cultura organizacional de uma organização de saúde pode ser determinante para a consolidação de um processo de mudança, bem como também, num processo deste género, independentemente da cultura organizacional, é essencial uma adequada estratégia de comunicação com os colaboradores das organizações envolvidas.
The fusion as a process of organizational change it is hard to lead, mainly because it covers most of the organization sectors. It stands out its influence on human resources and cultural perspectives, as this is interesting for those who make it and threatening to those whom the change is made. The organizational culture is understood as the personality of an organization and the union of two distinct organizational cultures can have a decisive role in the success or failure of the change. With this work we intend to analyze the types of culture of two health organizations prior to their merger as well as the factors that facilitated and hindered the process. We also identified the leaders during the change occurred and found to what extent the new merged culture promoted the consolidation of this change. For this we carried out a qualitative study in which the target population belonged to a clinical laboratory. Data collection was performed by using interviews, guided by an Interview Guide prepared based on the literature and subsequently analyzed by interpreting the answers given by the respondents. This study revealed that on one hand the typology of the organizational culture of a healthcare organization can be crucial to the consolidation of the process of change, and also that in a case of this kind, regardless of organizational culture, it is essential a proper communication strategy with the employees of the organizations involved.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Gestão de Unidades de Saúde
URIhttp://hdl.handle.net/1822/30523
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sofia Alexandra Jacinto de Novais.pdf1,83 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID